Após 110 anos de aviação, Marinha dos EUA tem sua primeira piloto de caça negra

Madeline Swegle entrará para a história da Marinha dos EUA. Ela acabou de se formar piloto de caça, mas a conquista veio com um peso a mais: ela é a primeira mulher negra a ocupar o posto!

Madeline representa uma grande conquista para a diversidade na marinha americana | Reprodução: Twitter
Ela recebeu uma menção no Twitter do chefe da Naval Air Training, organização responsável por treinar os pilotos de caça americanos.

“Swegle é a primeira piloto negra da TACAIR na @USNavy e receberá suas asas de ouro no final deste mês. HOOYAH!” dizia a mensagem, que ainda trouxe algumas fotos de Madeline já com seu uniforme oficial.

Madeline já tem um posto certo. Ela foi designada para o Esquadrão de Treinamento Redhawks 21, no Texas. As suas asas de ouro serão entregues no próximo dia 31/07.

A contra-almirante Paula D. Dunn, vice-chefe de informação da Marinha, também fez uma homenagem no Twitter pela conquista de Madeline. Ela disse que tem muito orgulho da conquista da piloto e completou com um “Vá em frente!“.

Diversidade
A conquista de Madeline é muito representativa para a aviação do mundo! Os primeiros passos foram dados em 1974, quando Rosemary Mariner foi a primeira mulher a pilotar jatos táticos da Marinha dos EUA.

Mulher pilota de jato
Rosemary Mariner, a primeira mulher a pilotar jatos táticos na Marinha dos EUA. | Reprodução: Google
Em 1990, Rosemary deu mais um passo sendo a primeira mulher a comandar um esquadrão aéreo operacional. O feito ocorreu durante a Operação Tempestade do Deserto.

A primeira mulher afro-americana a se graduar na Escola Oficial de Aviação da Marinha foi Brenda E. Robinson, em 1980.
De acordo com dados da marinha, apenas 7% dos pilotos americanos era mulher!

Parabéns Madeline!!!

Razões para Acreditar




Botão Voltar ao topo