Tentativa de censura contra Teca Nelma repercute na Câmara Federal

A tentativa de censura do vereador bolsonarista Fábio Costa (PSB) contra a vereadora Teca Nelma (PSDB), repercutiu na Câmara Federal nesta quinta-feira (24) quando a deputada federal Tabata Amaral (PDT) demonstrou apoio a Teca Nelma através das suas redes sociais. 

“Não vamos nos calar diante dessas tentativas de silenciamento e constrangimento!”, escreveu a deputada prestando solidariedade à vereadora por Maceió. 

Foto: Rpeodução/ Redes Sociais

A ameaça de censura aconteceu nesta quarta-feira (23), durante uma sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Maceió que concedeu o título de cidadão honorário de Maceió ao presidente Jair Messias Bolsonaro. 

Leia mais em: https://odiamais.com.br/essa-voz-nao-sera-calada-por-homem-algum-diz-teca-nelma-apos-ser-censurada-na-camara/

Teca Nelma foi contra a concessão do título ao presidente por não concordar com a sua gestão e ao chamar Bolsonaro de genocida, se referindo as mais de 500 mil pessoas que morreram vítimas de Covid-19 no Brasil em um ano e três meses de pandemia, foi deslegitimada pelo vereador e delegado Fábio Costa.  Ele afirmou que talvez ela não conhecesse o significado da palavra genocida.

“Vou solicitar a íntegra da fala dela (…) e também vou oficiar o Conselho de ética daqui da Câmara, para saber se de repente a vereadora Teca Nelma não incorreu em quebra de decoro ao usar essa infeliz expressão na sessão de hoje”, ameaçou o parlamentar.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo