Procuradoria vai recorrer da decisão que soltou Temer

A Procuradoria Regional da República da 2ª Região entrará com recurso contra a decisão de soltura do ex-presidente Michel Temer pelo desembargador Antonio Ivan Athié, do TRF-2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região). O órgão também pedirá que os habeas corpus dos investigados na operação sejam julgados pela 1ª Turma Especializada do tribunal.

Temer foi solto nesta 2ª feira. A decisão do desembargador também incluiu 7 outras pessoas, dentre elas, o ex-ministro Moreira Franco e o coronel Lima –amigo pessoal e suposto operador financeiro do MDB.

Ainda está em analise como será feito o pedido de reavaliação da decisão, mas os procuradores desejam que Athié leve o habeas corpus para análise dos demais desembargadores da 1ª Turma, atesta o MSN.

Após a Procuradoria tornar oficial o pedido, o magistrado poderá optar pelo habeas corpus ainda para a sessão desta 4ª feira (27.mar) ou adiar o debate pela 1ª Turma para outro momento.

MDB SE PRONUNCIA

O partido divulgou nota sobre a soltura de Temer. Segundo a sigla, o despacho “reconstituiu a ordem, reconheceu a arbitrariedade e violação dos procedimentos tomados e restabeleceu as garantias constitucionais” de Temer e dos outros soltos.

“O partido espera que, a partir de agora, o curso das investigações se dê dentro da legalidade, com direito a defesa, até que a verdade seja restabelecida”, diz o comunicado.

26/03/2019

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *