PRF prende cinco pessoas durante fiscalizações na BR-101, em Alagoas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Alagoas prendeu cinco pessoas nesta terça-feira (17), por crimes como tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo, na BR 101.

A primeira ocorrência se deu por volta das 19h30, no km 80 da BR 101, município de Rio Largo, os policiais abordaram um veículo Duster, de cor prata, placa de Belo Horizonte/MG, com cinco ocupantes: dois homens, um 25 anos e outro de 30 anos, duas mulheres, uma de 25 anos e outra de 18 anos, além de uma criança de 1 ano e 7 meses.

Após verificação da documentação pessoal e do veículo, os policiais resolveram fazer uma vistoria no carro, sendo encontrada uma sacola de papel no porta-malas.

Após desembrulhar o pacote, os policiais encontraram 03 kg da droga chamada “Skank”, uma super maconha com efeito e odor mais fortes.

O valor do quilo desta droga varia entre R$20 mil e R$100 mil dependendo da região. Também foi encontrado quatro munições intactas, de calibre 32.

Diante dos fatos, os quatro foram presos por Tráfico de Drogas e encaminhados para a Central de Flagrantes em Maceió, para a realização dos procedimentos legais. A criança foi levada ao conselho tutelar.

Já a segunda ocorrência aconteceu por volta das 20h, no km 206 da BR 101, município de São Sebastião, quando os PRFs realizaram a abordagem de um veículo Corolla, de cor branca.

Durante a fiscalização, foram solicitados os documentos pessoal e veicular. Ao ser questionado sobre estar em posse de algum ilícito, o motorista respondeu que portava uma arma de fogo, que estava embaixo do banco dianteiro.

O condutor também esclareceu que não possuía porte de arma e que tinha adquirido a pistola para sua defesa pessoal, pois trabalha como advogado criminal e se vê em ameaça de perigo.

A pistola da marca Taurus, com um carregador e dezesseis munições intactas foram apreendidas. Perante as informações, foi constatado o crime de Porte Ilegal de Arma de Fogo, o condutor foi preso e encaminhado para Delegacia da Polícia Civil de São Miguel dos Campos, para os procedimentos cabíveis.




Botão Voltar ao topo