Prefeitura anuncia mais mil novas moradias para Maceió

Prefeito Rui Palmeira assina contrato para construção de unidades habitacionais
Foto:Marco Antônio/Secom Maceió

Mais um contrato para a construção de mil novas moradias foi assinado nesta terça-feira (2), pelo prefeito Rui Palmeira, na sede da Prefeitura, no bairro de Jaraguá. O novo contrato garante a construção de 500 apartamentos no Residencial Oiticica I e mais 500 unidades no Condomínio Oiticica II, ambos localizados na Cidade Universitária. Os empreendimentos fazem parte do Programa Minha Casa, Minha Vida e beneficiará famílias com renda de até R$ 1.800.

“Mais uma ação importante da Prefeitura, em parceria com a caixa Econômica e o Ministério das Cidades, para trazer mais moradias aos grupos integrantes da faixa 1. Essas são pessoas que realmente mais precisam de uma casa. É um ganho para a população de baixa renda, sobretudo, para quem mora em um barraco de lona ou em locais de extremo risco. Essas pessoas vão ter moradias com água encanada, energia elétrica, esgotamento sanitário e o todo o conforto”, frisou o prefeito Rui Palmeira, destacando que mais unidades habitacionais serão anunciadas até o fim do ano.

Cada residencial contempla 35 blocos de apartamentos, com dois pavimentos (térreo e 1º pavimento), sendo quatro blocos com quatro unidades por andar, 13 blocos com seis unidades, 12 com oito unidades e seis blocos com 10 unidades, totalizando 500.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Territorial, Mac Lira, Maceió recebeu um número significativo de pessoas por conta do êxodo rural, o que agrava a situação de déficit habitacional. Por isso, a Prefeitura tem formulado critérios para atender de forma mais rápida os que mais precisam de um teto para morar.

“Eu gostaria de relembrar que essas unidades habitacionais, bem como as outras já contratadas, são exclusivamente para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social ou de áreas de riscos. Deste modo, o objetivo é evitar tragédias no inverno. Esse foi o nosso compromisso junto ao Ministério das Cidades. Eu enfatizo sempre que lugar de gente morar não é em fundo de grota. É em um lugar seguro, onde existe coleta regular de lixo, onde possam ser instalados equipamentos públicos, como escola e postos de saúde”, disse Mac Lira.

A Caixa Econômica Federal (CEF), instituição financeira responsável pela contratação da empresa que fará a construção do empreendimento, tem sido uma parceria importante da gestão municipal na implementação de um dos maiores programas habitacionais da história de Maceió.

“É uma felicidade muito grande para a Caixa Econômica fazer parte desse momento tão importante. Em pouco mais de uma semana, a cidade de Maceió foi contemplada com quase 3 mil moradias para pessoas em áreas de risco. Se a gente considerar cada família com quatro pessoas, são aproximadamente 12 mil pessoas atendidas só nesta semana”, destacou o superintendente da CEF em Alagoas, Kleber Paz.

1.920 moradias anunciadas no fim de setembro

O prefeito Rui Palmeira e o vice-prefeito Marcelo Palmeira assinaram, no último dia 27 de setembro, na sede da Prefeitura, no bairro de Jaraguá, o contrato para a construção de mais 1.920 unidades habitacionais em Maceió. Ao todo, serão quatro novos residenciais: Alamedas do Pontal, Alamedas da Jatiúca, Alamedas da Pajuçara e Alamedas do Farol, todos localizados no Benedito Bentes, parte alta de Maceió.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *