OAB/AL e Detran Alagoas firmam parceria para realizar ações durante o Maio Amarelo

Em alusão ao movimento Maio Amarelo, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB/AL), realizará diversas atividades educativas em faculdades da capital e na sede da OAB durante o mês de maio, com o propósito de levar a mensagem de conscientização no trânsito para a população.

O movimento Maio Amarelo é realizado mundialmente para colocar em pauta o tema segurança viária e chamar atenção de todas as esferas da sociedade – órgãos do governo, empresas e sociedade civil -, para os altos índices de acidentes de trânsito, propondo uma mudança de comportamento a ser adotada de forma contínua. No trânsito, o amarelo significa atenção e simboliza advertência, por isso a escolha da cor para a campanha.

Para o Maio Amarelo de 2019, o Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) trouxe o “Manifesto pela Vida” com o objetivo de construir um alicerce para que representantes de todos os grupos e movimentos sociais se unam em função de um bem maior: a vida. A ideia é que não importa qual causa você defenda, se você defende a do trânsito, salva todas as outras.

Ao longo de todo o mês, servidores do Detran/AL lotados nos setores de Educação para o Trânsito e Lei Seca realizarão ações educativas na capital maceioense, abertas a toda a população de forma gratuita. O presidente da OAB/AL, Nivaldo Barbosa Júnior, destacou a parceria com o Detran/AL pela necessidade da conscientização da população sobre os cuidados no trânsito. “A OAB Alagoas está feliz com essa parceria e, principalmente, por levar esta campanha para todo o estado de Alagoas. O Maio Amarelo é muito importante para conscientizar os motoristas em relação aos altos índices de acidentes, principalmente causados pela infeliz combinação entre álcool e direção”, aponta.

De acordo com o diretor-presidente do Detran/AL, Adrualdo Catão, as atividades que serão desenvolvidas graças a essa união reforçam a importância e amplitude da campanha. “Não é um movimento só do poder público e das autoridades de trânsito, ele tem que envolver toda a sociedade civil e a parceria com a OAB demonstra essa abrangência do Maio Amarelo”, afirma.

Blitz Educativa

A palestra “Trânsito Seguro e Sem Álcool: Uma responsabilidade de todos”, que será realizada na próxima quinta-feira (16) na sede da OAB/AL e em faculdades de Maceió no decorrer de maio, terá o objetivo de realizar a apresentação do trabalho e resultados obtidos com o fortalecimento da operação Lei Seca em Alagoas, política pública que teve notório impacto na redução dos índices de acidentes de trânsito durante os últimos anos.

Na palestra, o coordenador da operação e presidente do Fórum Permanente das Operações Lei Seca no Brasil, tenente Emanuel Costa, aponta a evolução da fiscalização em Alagoas com o apoio de dados estatísticos e explicativos, bem como esclarece as principais dúvidas dos participantes a partir de demonstrações ao vivo sobre como é feito o teste do bafômetro.

Os participantes também terão a oportunidade de aprender sobre a durabilidade do álcool no organismo utilizando exemplos práticos, como enxaguante bucal e cerveja sem álcool. O momento educativo também chama atenção para as consequências do descuido no trânsito, e exibe vídeos com depoimentos de vítimas de acidentes para conscientizar os presentes a partir da sensibilidade e empatia.

Economizar reduzindo acidentes

Com o tema “Inovar economizando dinheiro público”, o chefe de educação para o trânsito do Detran/AL, conselheiro estadual de trânsito e engenheiro civil, Antonio Monteiro, abordará, na terça-feira (21), também na sede da OAB/AL, de que maneira a redução no índice de acidentes, nas entradas hospitalares e no número de vítimas em decorrência de acidentes fatais de trânsito impactam na economia estatal.

A preservação de vidas, além de poupar o sofrimento de diversas famílias, beneficia a sociedade como um todo, uma vez que traz um ganho para o Estado a nível social e financeiro. A proposta da palestra é apontar, com base em levantamentos estatísticos, como a prevenção de acidentes pode economizar uma quantidade considerável de verba pública que poderia ser investida em outras áreas.

Segundo um levantamento do Detran/AL baseado numa estimativa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), as ações educativas e de fiscalização realizadas pelo órgão executivo de trânsito e instituições parceiras fizeram com que quase 17.000 pessoas a menos dessem entrada hospitalar em decorrência de acidentes de trânsito na Unidade de Emergência Daniel Houly e Hospital Geral do Estado (HGE) nos últimos cinco anos, o que poupou R$228 milhões aos cofres públicos de Alagoas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *