Neymar é defendido por técnico após expulsão

Por pouco, o Paris Saint-Germain não vê, em uma só noite, contra o Olympique Marselha, Neymar expulso e o fim da invencibilidade no Campeonato Francês. Graças a um gol de falta de Cavani nos minutos finais, o segundo caso não ocorreu. O primeiro, contudo, foi visto e causou revolta no técnico Unai Emery.

Logo após o jogo, segundo publicação do jornal “L’Equipe”, Emery comentou o cartão vermelho levado por Neymar, que surgiu após dois amarelos. O último se deu quando o camisa 10 se desentendeu com o rival Ocampos, que caiu após Neymar sofrer falta por trás e, irritado, se levantar e peitá-lo, diz o MSN.

– Estamos um pouco decepcionados pela expulsão do Neymar, porque ele recebeu muitas faltas ao longo da partida. Acho que o árbitro também precisa pensar bem. Devemos proteger os jogadores. O cartão amarelo eu já não achei justo. Ele é um jogador que quer jogar, mas em todo jogo, ele é provocado, agredido… Eu acho que o é importante proteger os jogadores importantes das equipes – disse o treinador do time da capital.

O resultado do jogo no Stade Vélodrome, ocorrido no último domingo, foi 2 a 2, com gols de Luiz Gustavo e Thauvin, pelo lado caseiro, e Neymar e Cavani, pelo lado dos visitantes. O empate deixa o PSG com 26 pontos e na liderança por quatro de vantagem sobre o Monaco, segundo colocado. O Marselha, por sua vez, chega aos 18 pontos e à quinta colocação.

O próximo confronto do Paris Saint-Germain será nesta sexta-feira, diante do Nice, às 16h45 (de Brasília), em casa e pela 11ª rodada da Ligue 1.

23/10/2017

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *