NADA DE LUCIANO – MDB Nacional defende Calheiros e anula Convenção em Arapiraca

Presidente nacional do MDB, o deputado federal Baleia Rossi
Presidente nacional do MDB, o deputado federal Baleia Rossi

O MDB Nacional se posicionou perante à polêmica nota do partido, em Alagoas, presidido pelo senador Renan Calheiros, divulgada nesta terça-feira, 15. Nela, Calheiros adia a Convenção de Arapiraca para amanhã, 16, e deixa claro que o vice-governador Luciano Barbosa é carta fora do baralho nas eleições. Ou seja, Barbosa não será candidato a prefeito do maior município do Agreste alagoano. Segundo a sigla nacional, o partido “busca a proteção dos interesses político-partidários no Diretório Municipal de Arapiraca, assim garantindo o desempenho político-eleitoral”.

“Além disso, sustenta que foi descumprido o Edital de Convocação desse Diretório Estadual para Convenção Municipal a ser realizada na data de 16 de setembro, conforme dispõe o §2º do art. 27 do Estatuto do MDB, que decorreu da necessidade do Diretório Estadual de proteger os direitos dos seus filiados no município em questão, impedindo qualquer prejuízo para o registro de candidatura, eis que o Diretório Municipal de Arapiraca, sem a presença de seu presidente municipal, realizou convenção, a qual é nula, na data de hoje, 15 de setembro, inclusive, contrariando as diretrizes encaminhadas pelo Diretório Estadual, uma vez que não foi realizada em data determinada pelo Edital de Convocação do MDB estadual, podendo trazer graves prejuízos aos candidatos do partido”, destacou a nota.

Luciano Barbosa é descartado como candidato a prefeito de Arapiraca
Luciano Barbosa é descartado como candidato a prefeito de Arapiraca

“Assim, ad referendum da Comissão Executiva Nacional, não só ratifico as diretrizes político-partidárias estabelecidas pelo MDB de Alagoas, como confirmo a anulação da Convenção Municipal realizada pelo MDB de Arapiraca. Dê-se ciência urgente dessa decisão ao MDB Alagoas e, se for o caso, à Justiça Eleitoral. Comunique-se também o MDB de Arapiraca, por qualquer meio (telefone, e-mail, aplicativo de mensagens), para que, em 2 (dois) dias, caso queira, apresente razões para o descumprimento do que restou estabelecido pelo MDB Estadual”, assinou o presidente nacional da sigla, o deputado federal Baleia Rossi, de São Paulo.




Botão Voltar ao topo