Muro irregular ameaca cair e obriga 25 famílias a deixar as casas em Bebedouro

Murro de contenção e aterro do terreno, na Chã de Bebedouro, ameaça desabar sobre casas do Flexal

Muro ameaça desabar sobre casas do Flexal. Foto: Defesa Civil

Uma construção irregular na Chã de Bebedouro obrigou 25 famílias de Maceió a deixarem suas casas na tarde desta sexta-feira (16), após o muro de contenção do local rachar devido ao acumulado de chuva dos últimos dias. Equipes da Defesa Civil de Maceió, da Secretaria de Desenvolvimento Territorial e Meio Ambiente (Sedet) e da Guarda Municipal estiveram no local e autuaram o proprietário do local.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Maceió, Abelardo Nobre, a estrutura apresenta rachaduras e oferece risco às famílias que moram na região do Flexal.

“O proprietário do terreno fez uma construção irregular num terreno de aproximadamente 40 metros. A construção é um muro feito de pedra rachão e foi aterrada com dezenas de caçambas de aterro. Com a chuva, o material ficou muito pesado para a obra, que agora ameaça desabar”, explicou.

Muro ameaça desabar sobre casas do Flexal. Foto: Defesa Civil

O coordenador disse ainda que o proprietário deverá pagar o aluguel social às 25 famílias, no valor de R$ 250, para que elas possam ir para um local seguro.

“Ele vai pagar essa reparação a essas famílias e recebeu a terceira notificação do pessoal da Sedet. A segunda notificação foi aplicada por construção irregular. No local não havia placa de identificação da obra e ele, que é engenheiro, não tinha Anotação de Responsabilidade Técnica da obra”, concluiu.

Muro ameaça desabar sobre casas do Flexal. Foto: Defesa Civil

Erik Maia/Secom Maceió

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!