Moradores de áreas de risco do Pinheiro terão simulado de evacuação em fevereiro


As coordenações da Defesa Civil Estadual e Municipal, em parceria com o Exército e o Corpo de Bombeiros, realizam no dia 23 de fevereiro o primeiro treinamento de evacuação dos moradores do bairro do Pinheiro, em Maceió, que encontra-se sob risco iminente de acomodação do solo abaixo das residências, podendo resultar em tremores na região. O anúncio do treinamento foi feito nesta sexta-feira (18), pelo coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente-coronel Moisés Melo, durante a apresentação do Plano de Contingência de Proteção do bairro.

De acordo com o tenente-coronel, o treinamento terá a participação de cerca de 600 agentes envolvidos na situação atípica do bairro, entre eles bombeiros, policiais militares, Defesa Civil e Exército. Antes do simulado, uma reunião será realizada no quartel do 59º Batalhão de Infantaria Motorizada, base de comando de todas as ações referentes ao bairro, para debater o simulado.

“O treinamento será feito no dia 23 de fevereiro, um sábado à tarde, mas convocaremos os grupos de trabalho e os representantes dos órgãos envolvidos para uma reunião no dia 5 de fevereiro, para levar as informações sobre o que cada um vai precisar, do que será necessário para o simulado e sobre sua capacidade de resposta para as fases de desastre. No dia 21 de fevereiro, também no quartel do Exército, faremos a apresentação de como será esse simulado, quantas viaturas serão envolvidas, qual o efetivo envolvido, quantos órgãos irão participar, qual o papel de cada um e a orientação para a sociedade”, explicou Melo.

“Hoje, com a apresentação do Plano de Contingência, a sociedade já está informada sobre os pontos apontados pelos engenheiros como seguros em caso de um incidente no Pinheiro, para que possam fazer sua rota de fuga. A melhor rota de fuga é sempre a mais próxima. O ponto mais seguro é o ponto mais próximo da sua residência. Se alguém ficar, as equipes de salvamento irão para a área vermelha. Vamos tirar todas as pessoas do bairro caso aconteça algum desastre. Por isso, faremos esse treinamento com a população. A população será informada do passo a passo de tudo que irá acontecer”, afirmou o coordenador da Defesa Civil Estadual.

Moisés Melo explicou ainda que, além do monitoramento constante da área afetada pelas condições geológicas atípicas, o treinamento servirá como medida preventiva para um eventual incidente na região. “Durante o treinamento, aquela área monitorada será toda vasculhada pelas unidades de resgate, aeronaves, Corpo de Bombeiros, carros de combate a incêndio e guarnições do Exército. Teremos também os figurantes que vão fazer parte desse simulado. Serão cerca de 600 pessoas envolvidas nessa atividade, incluindo o pouso de uma aeronave para simular o resgate de vítimas. Salvar pela prevenção é o maior objetivo de todos nós”, observou.

O Plano de Contingência apresentado nesta sexta-feira aponta como pontos de encontro em caso de emergência o terminal de ônibus do bairro do Sanatório, na Rua Professor José da Silveira Camerino; o estacionamento da Casa Vieira, na Rua Tereza de Azevedo; as concessionárias Hyundai e Volkswagen, e o Centro de Estudos e Pesquisas Aplicadas (Cepa), na Fernandes Lima; a Praça Lucena Maranhão, na Avenida Major Cícero de Góes Monteiro, no Bebedouro; e a sede do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA), na mesma avenida, no bairro do Mutange.

Qualquer ocorrência na região do Pinheiro deve ser informada pelo telefone 193, do Corpo de Bombeiros, que integra, junto com o Grupamento Aéreo, o grupo operacional do Plano de Contingência.

Ascom – 18/01/2019