Líder de organização criminosa em São Paulo estava se escondendo em Alagoas

O principal alvo da operação “Duas Faces” Erick da Silva Ferraz mais conhecido como Erick do Valle, morto na manhã desta quinta-feira (07) após troca de tiros com agentes da polícia, era líder de uma organização criminosa em São Paulo e estava se escondendo em Alagoas.

Ele acumulava uma quantia de 500 mil dólares em um de seus imóveis de alto padrão, localizado no município da Barra de São Miguel. Pela forma de acondicionamento das notas, os dólares podem ter origem no exterior, em contas de ‘paraíso fiscal’. A Polícia Federal deve rastrear a origem do numerário.

 Erick Ferraz era natural da cidade paulista de São José dos Campos e estava casado com a alagoana de Palmeira dos índios, Gabriela Terêncio, conhecida como “Gabi da Academia”.

 

Artigos relacionados