Jogo entre CSA e CRB pela Copa do Nordeste terá duas torcidas

Proposta era que partida tivesse torcida única, para evitar casos de violência

A reunião entre representantes do CSA e do CRB, realizada nesta terça-feira (7), no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), terminou sem acordo. Dessa forma, a partida marcada para o próximo sábado (11), no Estádio Rei Pelé, pela Copa do Nordeste, contará com as torcidas dos dois times. A proposta era que o jogo tivesse apenas uma torcida, para evitar casos de violência.

“Como não houve consenso tivemos que suspender a reunião. É algo lamentável. Vamos torcer para que nada ocorra no clássico de sábado”, disse o desembargador Celyrio Adamastor Tenório Accioly, que conduziu o encontro na Presidência do TJ/AL. A promotora de Justiça Sandra Malta explicou que a proposta de haver torcida única no jogo da Copa do Nordeste não foi aceita pelo CRB. O time alegou que sofreria prejuízo, já que na primeira partida a torcida do CSA pôde ir ao estádio e na de sábado o time azulino tem o mando de campo.

A representante do Ministério Público disse, no entanto, que os times concordaram com a torcida única nos jogos do Campeonato Alagoano. “A preocupação do MP, assim como do Judiciário, é com a violência dentro e fora do campo. O que está em jogo é a integridade física do torcedor comum. Ocorrem cada vez mais casos de tumultos, espancamentos e tentativas de homicídio e é isso que estamos tentando impedir. A sociedade não tolera mais essa situação”, ressaltou.

Também participaram da reunião o desembargador Tutmés Airan, os juízes auxiliares da Presidência do TJ, Maurício Brêda e Ygor Figueirêdo, o secretário de Defesa Social, coronel Lima Júnior, o presidente da Associação Alagoana de Futebol (FAF), Felipe Feijó, além de representantes dos dois times.

tribuna

08/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *