Jó Pereira apela por suspensão do recesso parlamentar

Em pronunciamento durante a plenária desta terça-feira, 30, a deputada Jó Pereira (MDB) apelou aos pares para que a Casa não entrasse em recesso durante esse período de pandemia do coronavírus (Covid-19). Ela justificou o pedido sob o argumento de que nos 100 dias do decreto de estado de emergência, o Parlamento tem garantido voz ao povo alagoano, através de seus representantes. “Muitas foram as indicações. Inúmeras foram as advertências e cobranças. Nunca se afastando do princípio democrático e sempre com o espirito de diálogo, buscando atingir o melhor resultado, e assim salvar vidas, diminuirmos os efeitos perversos da pandemia e enxergarmos futuro”, pontuou a parlamentar, observando a importância de não interromper esse canal de diálogo com a sociedade no momento de crise sanitária e econômica.

“Interromper esse canal de diálogo, mesmo que ele quase nunca venha sendo ouvido por quem tem que dialogar, é esquecer o que o povo espera de nós. É calar vozes aqui, na casa do povo”, apelou Jó Pereira, mesmo entendendo que durante o recesso os 27 parlamentares, ao seu modo, não deixarão o povo desassistido. “Entendo que em tempos como o que agora vivemos, não podemos abrir mão de uma única voz que alerte, que denuncie, que contribua, que faça a diferença”, reforçou, destacando, em seguida, os esforços empreendidos pela Mesa Diretora da Casa, através do presidente Marcelo Victor, desde o início da pandemia, ao adotar sessões virtuais e assim garantir a continuidade dos trabalhos do Parlamento.

Em aparte, os deputados Davi Maia (DEM) e Antonio Albuquerque (PTB) também contribuíram com o pronunciamento da deputada. O primeiro endossou o discurso da colega, dizendo que esse não era o momento da Casa entrar em recesso. Para justificar, citou problemas relacionados ao Programa do Leite e ao Programa Cata Mais.

O deputado Antonio Albuquerque parabenizou a fala da parlamentar, mas observou que não concorda com a suspensão do recesso. Albuquerque afirmou não ter dúvidas de que a presidência da Casa adotará, caso seja necessário, a prerrogativa de convocar uma sessão extraordinária para apreciar qualquer matéria importante ao enfrentamento da pandemia.

O presidente da Casa, deputado Marcelo Victor, manteve o recesso, mas criou uma comissão parlamentar para acompanhar as ações referentes à pandemia durante o mês de julho. Jó Pereira foi escolhida para presidir o colegiado, composto por dez deputados.




Botão Voltar ao topo