HGE e Central de Triagem atendem mais de 1.500 pessoas no fim de semana

O fim de semana foi movimentado na maior emergência estadual, principalmente devido aos atendimentos na Central de Triagem para a Covid-19, situada no Ginásio do Sesi. Para se ter uma ideia, enquanto o hospital assistiu 751 pessoas entre a sexta (18) e o domingo 20), a unidade destinada a testar usuários para detecção do novo coronavírus registrou 818 assistências.

As duas unidades de saúde acolheram juntas 1.569 pessoas no final de semana. Os casos clínicos representaram 80,75% dos acolhimentos, com 1.267 entradas. O dia mais movimentado foi a sexta-feira (18), com 265 atendimentos na sede e 365 na Central de Triagem para Covid-19.

Ainda foram pontuadas, 277 vítimas de acidentes, 20 de agressões, três tentativas de tirar a própria vida e duas queimaduras. Dos acidentes, 163 aconteceram de forma casual ou doméstica, 98 no trânsito e 16 no ambiente profissional (trabalho). Das agressões, oito foram por lesões corporais, sete por ferimentos provocados por arma de fogo e cinco por arma branca.

A unidade hospitalar concedeu 592 altas, realizou 138 internações e transferiu 47 pacientes para leitos de retaguarda. Da sexta (18) até o domingo (20) foram realizadas 59 cirurgias. No final de semana, 580 pessoas realizaram o teste rápido para o novo coronavírus na Central de Triagem, situada no Sesi. O resultado foi positivo em 40 delas.




Botão Voltar ao topo