RUI SEM COMPAIXÃO! Galba Novaes critica veto do prefeito de Maceió ao projeto do “corona voucher”

Em pronunciamento durante a sessão plenária desta sexta-feira, 19, o deputado Galba Novaes (MDB) criticou o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, por vetar o projeto de lei nº 7.390, de autoria do vereador Galba Netto (MDB), que propõe complementação financeira a trabalhadores autônomos, informais e àqueles que não detêm renda. Apelidada de “corona voucher”, a proposta foi considerada inconstitucional pelo Governo municipal. “Esse projeto consistia numa ajuda complementar ao auxílio emergencial do Governo Federal, que é de R$ 600, acrescentando mais R$ 445 para perfazer o valor do salário mínimo”, contou Novaes.

De acordo com Galba Novaes, o veto ao “corona voucher” tem sido alvo de críticas por parte da população nas mídias sociais. “Hoje vi na Emprego Alagoas mais de 3.800 curtidas e 493 comentários contra o veto”, assegurou o parlamentar, ressaltando que Maceió, como todos os municípios, apresenta dificuldades, sobretudo neste momento de pandemia. No entanto observa que o município tem recebido ajuda financeira do Governo Federal, tendo em vista que no último dia 30 de março, através das transferências fundo a fundo, extraordinariamente, enviou mais de R$ 4 milhões para o combate ao coronavírus e no dia 30 de abril, mais R$ 29,3 milhões, num total de cerca de R$ 34 milhões para o enfrentamento da pandemia na capital alagoana.

Ao prosseguir com a fala, o deputado Galba Novaes elogiou a postura da Câmara Municipal de Maceió, que aprovou o projeto “corona voucher”. “Acho que deveria haver sensibilidade do prefeito da capital. Ele devia fazer esse complemento, pelas dificuldades que a população está passando”, apelou Novaes.




Botão Voltar ao topo