ENEM 2020: Impressão das provas custará R$ 63 milhões

Gráfica responsável pela impressão das provas do Enem 2020 está contratada

O contrato para impressão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 já está assinado. A gráfica Plural será responsável pelo processo, que custará R$ 63 milhões. O documento, com validade de um ano, foi assinado na sexta-feira, 31 de julho, pelo presidente substituto do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Camilo Mussi. Com a finalização da licitação, está garantida a impressão de todo o material necessário para aplicação do exame nas datas previstas.

As provas impressas serão aplicadas nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, com a distribuição dos Cadernos de Questões, dos Cartões-Resposta, das Folhas de Redação e das Folhas de Rascunho. Para o Enem Digital, que será em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2020, os participantes receberão as Folhas de Redação e as Folhas de Rascunho, já que apenas a redação será feita em formato impresso.

O contrato assinado prevê ainda a impressão do material para o pré-teste de itens e as provas de reaplicação, realizada para casos específicos de participantes com problemas logísticos ou doenças infectocontagiosas. Também está prevista a tiragem destinada ao Enem para adultos privados de liberdade e jovens sob medida socioeducativa que inclua privação de liberdade (Enem PPL). As aplicações serão em 24 e 25 de fevereiro de 2021.

Enem 2020 – Foram confirmadas 5,8 milhões de inscrições para a edição do exame, sendo 5.687.271 inscrições para o Enem impresso e 96.086 para o Enem Digital, novidade desta edição. O total representa um aumento de 13,5% em relação ao quantitativo do ano passado.

Em 2020, o Inep adotou várias medidas para diminuir os impactos causados pela pandemia de COVID-19. A aplicação das provas foi adiada após um processo de diálogo no qual foram ouvidos os inscritos e as entidades de educação. Anteriormente, o instituto prorrogou os prazos das etapas de inscrição e pagamento da taxa. Também foi garantida por ofício a gratuidade aos participantes que se encaixavam nos perfis de isenção descritos no edital, mesmo sem pedido formal.

Acesse o extrato de contrato publicado no Diário Oficial da União




Botão Voltar ao topo