Em Edição Especial de Natal, Nota Fiscal Cidadã vai sortear R$ 2 milhões em prêmios

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AL) realizará o último sorteio de 2020 da Nota Fiscal Cidadã (NFC). A edição especial em comemoração ao Natal acontece na quarta-feira (16), às 9h30. Na ocasião, além da inauguração de obras das entidades beneficiadas pelos sorteios, serão sorteados R$ 2 milhões para pessoas físicas e instituições sociais inscritas na campanha.

De modo a cumprir as diretrizes estabelecidas pelo decreto sobre o isolamento social em Alagoas, a ação será à distância, evitando aglomeração de pessoas e prezando pela segurança dos envolvidos. A cerimônia será transmitida pelo canal da Sefaz-AL no YouTube.

Mesmo com o forte impacto que a pandemia da Covid-19 ocasionou na economia, todos os sorteios da Nota Fiscal Cidadã foram mantidos. A cada dois meses, a campanha da Sefaz-AL realiza sorteios no valor de R$ 2 milhões, sendo a Edição Especial de Natal a sexta e última premiação do ano.

“A importância de manter os sorteios está na visão social dos tributos arrecadados, porque a pandemia impactou todos nós, mas afetou sobremaneira as instituições sociais que vivem de doações”, destacou a chefe de Educação Fiscal, Glácia Tavares.

Em Alagoas, o Programa de Educação Fiscal tem 20 anos, sendo a Nota Fiscal Cidadã uma atualização da Nota Fiscal Alagoana e do Cidadão Nota 10. A partir das premiações, o programa vem beneficiando as 102 entidades alagoanas sociais cadastradas, sobretudo durante o período atípico de disseminação do novo Coronavírus.

“Pedimos que o consumidor escolha uma das 102 instituições cadastradas na NFC que atendem idosos, deficientes, crianças, adolescentes, etc. Com essa atitude, além de concorrer aos prêmios com chance dobrada, o cidadão ajuda a manter e incentivar o importante trabalho que as entidades desenvolvem em Alagoas”, enfatiza Tavares.

Como apoiar a Nota Fiscal Cidadã

Através do site nfcidada.sefaz.al.gov.br, o consumidor deve realizar seu cadastro no Programa Nota Fiscal Cidadã (NFC). A conta corrente é de caráter pessoal e intransferível, devendo ser criada exclusivamente pelo consumidor.

Após comprar um produto, o estabelecimento paga o imposto dessa mercadoria para o Governo do Estado e até 10% do ICMS volta para o consumidor que se cadastrou na campanha, pediu a nota e registrou seu CPF na hora da compra.

O consumidor pode dobrar suas chances ao compartilhar notas fiscais com uma instituição cadastrada na campanha. Ao todo são 102 entidades. A cada 10 notas fiscais, o consumidor ganha um cupom. Quando ele compartilha, ganha o número de bilhetes em dobro.




Botão Voltar ao topo