ELEIÇÕES 2020: Alfredo reafirma independência e anuncia polo industrial no Benedito Bentes

A construção de um polo industrial no Benedito Bentes tem como meta principal a geração de 10 mil empregos. Essa foi uma das propostas apresentadas por Alfredo Gaspar (MDB) no debate entre candidatos a prefeito de Maceió, realizado pela TV Mar na noite desta quinta-feira (12). Para levar adiante o projeto, o candidato afirmou que os recursos já estão garantidos, e a construção será fruto de uma parceria com o governo estadual.

“Abri mão da minha carreira profissional, de mais duas décadas no Ministério Público, para cuidar da minha cidade”, afirmou o candidato, reafirmando um de seus principais discursos na defesa de sua candidatura. Para ele, ficar no MP seria mais confortável. “Mas não é conforto que me interessa. Eu gosto de desafios. O que mais me motiva é trabalhar e fazer muito mais pela cidade em que construí família, a Maceió que amamos e que podemos tornar muito melhor”.

O candidato, que estreia na vida partidária e disputa uma eleição pela primeira vez, ressalta que a Saúde é prioridade absoluta. “Foram construídas UPAs, postos passaram por reforma e outras iniciativas pelo atual prefeito. Nós devemos reconhecer os avanços. Mas é preciso fazer muito mais”, disse o candidato ao ser cobrado pelos adversários pelo fato de ter o apoio do prefeito Rui Palmeira (sem partido).

“Eu reconheço o que está bom – e vou continuar. O que não está, eu vou mudar, porque eu sei como fazer”. Foi sempre com essas palavras, que inspiram o slogan da campanha, que Gaspar reagiu quando criticado pelos rivais não apenas pela aliança com Rui, mas também com o governador Renan Filho (MDB). “Faço parcerias com dois grandes gestores. Mas tenho independência para tocar a prefeitura do meu jeito. Foi sempre assim na minha vida profissional, como procurador-geral e como secretário de Segurança.

Ao ser questionado sobre o drama que atingiu a região do Pinheiro e mais três bairros, Alfredo Gaspar lembrou que, como chefe do Ministério Público, foi o primeiro a agir na defesa dos moradores. “Deputado que recebeu dinheiro da Braskem, e agora posa de juiz da causa, não pode ser levado a sério. Eu, ao contrário, fui pra cima da Braskem e garantimos 2 bilhões e 700 milhões para indenizar as famílias. Na prefeitura, vamos manter todo o apoio em favor dos moradores”.

No fim do debate, o candidato mais uma vez ressaltou os aspectos “honestidade” e “ética” na vida política como requisito para o gestor. Disse que seus principais adversários representam o atraso da política e fechou a participação com a promessa de que será “o melhor prefeito que a cidade de Maceió já teve”.




Botão Voltar ao topo