ELEIÇÕES 2020: 140 alagoanos estão na lista de inelegíveis do TCU

Rosiana Beltrão

Cerca de 140 alagoanos tiveram suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e cuja condenação tem implicações eleitorais para as eleições deste ano, segundo entendimento da própria Corte. São 257 sentenças transitadas em julgado desde 2012 e até este ano o que torna os responsáveis inelegíveis.

A candidata a reeleição de Feliz Deserto, a prefeita Rosiana Beltrão (PP), está entre os candidatos que terá de desistir do projeto. Ela teve as contas rejeitadas por irregularidades na Administração do Porto de Maceió no processo de número 031.189\2015-6 com acórdão transitado em julgado em 2017. Sendo assim ela se torna inelegível até setembro de 2025.

Mas Rosiana Beltrão não é a única a ter o registro de candidatura negado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Alagoas. A ex-prefeita de Maceió Kátia Born Ribeiro tem duas condenações transitadas em julgado, uma torna inelegível até 26 de julho de 2021, já a outra até 19 de dezembro de 2022.

ELEIÇÕES 2020: Em nota, prefeita Rosiana Beltrão afirma que poderá participar das eleições




Botão Voltar ao topo