Cabo Bebeto pede mudança no protocolo de tratamento da Covid-19 e volta a defender o uso da hidroxicloroquina

O deputado Cabo Bebeto (PSL) usou os microfones do plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira, 9, para, mais uma vez, solicitar ao Governo do Estado a liberação do uso das substâncias cloroquina e hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com sintomas leves ou iniciais da Covid-19.

O deputado lembrou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) já reconheceu a importância das drogas no combate ao vírus, mesmo depois de ter criticado o uso dos medicamentos. “É preciso que o Governo do Estado mude radicalmente sua estratégia, pois, se não tem leitos e nem respiradores suficientes, é preciso usar outros protocolos para que as pessoas infectadas não cheguem a ser internadas”, disse.

Cabo Bebeto informou que a União tem feito sua parte, enviando recursos, medicamentos e equipamentos. “Mesmo com o remédio em mãos, o Estado continua reticente em não liberar a cloroquina desde o início do tratamento. Por que continua agindo assim?” questionou.

Por fim, o parlamentar disse que Alagoas não está alcançando resultados positivos na luta contra a Covid-19. “O Estado precisa agir rapidamente, pois as pessoas estão morrendo e podemos evitar isso com um tratamento que é defendido por muitos médicos e que vem dando resultados positivos. Tudo que era usado para desmerecer estes medicamentos vem sendo desmascarado e, paralelamente, Alagoas continua inerte, vendo sua população morrer, seja por falta de medicamentos, seja por falta de leitos”, concluiu.




Botão Voltar ao topo