Árbitro omite na súmula confusão em Sport x Vasco

O árbitro Sandro Meira Ricci se envolveu em mais uma polêmica ao voltar atrás na marcação de um pênalti a favor do Sport, em jogo com o Vasco realizado na noite dessa segunda-feira (25), na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro. A partida terminou empatada por 1 a 1. Quando o time carioca vencia por 1 a 0, Ricci assinalou pênalti ao constatar que uma bola finalizada pelo ataque do Sport tinha sido interceptada pelo braço do zagueiro Anderson Martins.

A decisão deu início a uma confusão no gramado e ele foi cercado pelos jogadores do Vasco, que contestavam o pênalti. O lance ocorreu próximo ao árbitro adicional, o que fica atrás do gol, que não se manifestou contra Ricci. Quem o alertou de que a bola teria tocado no ombro de Anderson, e não no braço, foi um dos assistentes, Marcelo Carvalho Van Gasse. Fez isso do meio de campo, portanto longe do desfecho da jogada, o que levou o técnico Vanderlei Luxemburgo, do Sport, a dizer que o “árbitro de vídeo” trabalhou na Ilha do Retiro sem autorização para tanto, diz o Terra.

A partida ficou paralisada quatro minutos e o fato não consta da súmula já entregue à Confederação Brasileira de Futebol. No documento, além de omitir o tumulto, com reclamações de ambos os times, Sandro Meira Ricci relata que acrescentou apenas quatro minutos de acréscimos no segundo tempo. Ou seja, não considerou o que foi gasto com as cinco substituições naquele período e demais paralisações ao longo dos últimos 45 minutos.

Sandro Meira Ricci foi suspenso por 60 dias pela justiça desportiva no final de 2016, em razão de ter omitido na súmula tumulto em partida entre Flamengo e Fluminense, realizada em outubro, em Volta Redonda. Naquela oportunidade, ele anulou um gol do zagueiro Henrique, do Flu, voltou atrás e depois decidiu o anular de novo. O árbitro integra o quadro da Fifa e é vinculado à Federação de Futebol de Santa Catarina.

26/09/2017

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *