Alemanha vence e vai enfrentar o Chile na final

A Alemanha até ensaiou uma enorme goleada nos minutos iniciais, mas diminuiu o ritmo e venceu o México por 4 a 1 no Fisht Stadium, em Sochi. A partida, válida pela semifinal da Copa das Confederações, contou com dois gols de Leon Goretzka, Timo Werner e Amin Younes. Marco Fabián descontou.

Goretzka e Werner, inclusive, assumem a artilharia da competição, com três gols cada. Vale ressaltar que os atuais campeões da Copa do Mundo marcaram três gols em três dos quatro jogos do torneio, afirma o msn.

Agora, os alemães fazem duelo contra o Chile, que eliminou Portugal na outra semifinal. A final da competição acontece no próximo domingo, dia 2 de julho, também às 15h, em São Petersburgo, na Zenit Arena. Já os mexicanos encaram os portugueses em Moscou, às 9h (de Brasília).

O JOGO

Alemanha começou mais focada e ligada na partida, marcando com pressão e teve o resultado logo aos seis minutos de partida. Em contra-ataque, Goretzka começou a jogada, abriu para Henrichs e recebeu de volta. O camisa 8 chutou da entrada da área no canto direito de Ochoa, abrindo o placar.

Perdidos, os mexicanos acabaram levando o segundo logo depois. Aos oito, Werner armou a jogada e deu passe açucarado para Goretzka entrar na área e tocar na saída de Ochoa, ampliando a vantagem. Mais confortáveis no placar, os atuais campeões mundiais diminuíram o ritmo e recuaram no campo.

Os campeões da Concacaf, então, começaram a tentar avançar no campo, passando a ter mais posse de bola. Com isso, o time de Osorio criou algumas boas oportunidades com Giovani dos Santos, duas vezes, Jonathan e Chicharito, mas não conseguiu diminuir a diferença no marcador.

O México voltou para a segunda etapa ainda tentando e ocupando os espaços em seu campo ofensivo, no entanto, acabou deixando espaços para os adversários. Por isso, o time de Joachim Löw fez o terceiro aos 13 minutos. Draxler achou Hector bem na área e ele rolou bem para Werner, que só empurrou para as redes e marcou.

Mesmo com uma grande desvantagem, o time representante da Concacaf não desistiu de tentar marcar e criou boas chances, pecando na pontaria. Jiménez, inclusive, colocou uma bola na trave aos 30 minutos.

E o gol saiu aos 44 minutos, com um golaço de Marco Fabián, em chute sem chances para Ter Stegen, que vinha fazendo ótimas defesas. O sonho da reação durou pouco, já que Younes ainda fechou o placar aos 46 minutos, após passe de Can e falha na marcação do México.

29/06/2017

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *