Alckmin adota estilo Doria e multiplica vídeos nas redes sociais sobre sua gestão

Em menos de três meses, governador publicou 43 vídeos no Facebook, mais do que o dobro do ano passado inteiro. A maioria dos vídeos é do próprio Alckmin divulgando suas ações.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), mudou sua estratégia para ganhar popularidade nas redes sociais e passou a adotar um estilo semelhante ao de seu afilhado político, o prefeito de São Paulo, João Doria, que tem forte presença nas redes sociais.

Alckmin passou a apostar em vídeos em que aparece divulgando suas agendas diárias, a exemplo do que faz Doria. Apenas neste ano, após a posse do prefeito, foram 43 vídeos divulgados pelo Facebook, a maioria deles nesse novo estilo. O número representa mais do que o dobro dos 21 vídeos publicados em todo o ano passado pelo governador. O número era ainda menor nos anos anteriores.

O governador fez vídeos recentes divulgando a entrega de uma penitenciária no interior do estado e o pagamento de R$ 290 milhões em bônus a 200 mil professores, entre outras coisas. Tiveram espaço vídeos da vida pessoal de Alckmin com imagens dos filhos e da mulher, Lu Alckmin.

A exemplo de Doria, também foram postados vídeos com homenagem ao Dia Internacional da Mulher e em locais de obras públicas, com capacete de operário. Também como o prefeito, Alckmin usou ferramentas de desing gráfico típicos de campanhas publicitárias e criou vídeos com frases destacando os pontos positivos de suas ações. Junto com imagens de novos trens, por exemplo, aparecem frases como “menor consumo de energia”.

A estratégia ajudou o governador a alcançar a marca de 860 mil curtidas no Facebook, mais que os 210 mil do ex-governador José Serra, por exemplo. Alckmin, porém, ainda fica bastante atrás de Doria, que faz vários posts diários sobre suas ações à frente da administração da capital. Doria saltou em poucos meses de 250 mil curtidas para 2,3 milhões.

Os posts do governador também não alcançam ainda a mesma audiência dos vídeos de seu afilhado político. O vídeo mais visto, com 428 mil visualizações, foi um em que Alckmin aparece em Custódia, no interior de Pernambuco, falando sobre os equipamentos usados no Sistema Cantareira durante a crise hídrica paulista, entre 2014 e 2015, e que foram levados para o Nordeste para ajudar a bombear a água da transposição do Rio São Francisco. O governador sofreu críticas de internautas que defendiam que a transposição era uma obra dos governos do PT. Em outros vídeos, o governador recebe elogios pelo trabalho.

Doria, por outro lado, conseguiu 7,9 milhões de visualizações em um vídeo em que doou seu primeiro salário como prefeito.

Segundo o Palácio dos Bandeirantes, “a nova linha de comunicação digital começou a ser testada em junho de 2016. O objetivo é dialogar de maneira mais efetiva com os usuários das redes sociais, fazendo uso de todos os recursos que elas oferecem”. Ainda segundo a assessoria de Alckmin, “as contas do governador nas redes sociais acumulam mais de 1,4 milhão de seguidores”.

As divulgações do governador também são feitas no Instagram e no Twitter.

Sinergia


Em recente entrevista à Rádio Bandeirantes, Doria foi questionado sobre a nova estratégia de Alckmin de itensificar suas publicações nas redes e se o fato seria consequência das ações do prefeito na internet. Doria respondeu que há uma “sinergia” e completou dizendo que o governador o seguiu na forma de se vestir, abandonando a gravata.

g1

22/03/2017

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *