Aeroporto de Maceió registra o maior fluxo de passageiros do ano em novembro

Em todo o mês de novembro, 138 mil 971 passageiros embarcaram e desembarcaram no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, localizado na Região Metropolitana de Maceió. O número é o maior registrado em todo o ano de 2020, superando os três meses anteriores à pandemia, e representa 90% do volume de visitantes registrados no mesmo período do ano passado. Os dados são da AENA Brasil, administradora do equipamento.

No comparativo com o mês de outubro deste ano, o crescimento em novembro foi de 35% no fluxo total de passageiros. Esses indicadores ressaltam a efetividade da retomada gradual da malha aérea do Estado, que atualmente conta com 19 voos diários e diretos, em média, para os principais aeroportos do país. No período anterior à pandemia eram 26 operações como esta.

Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, os índices positivos no fluxo de passageiros no Aeroporto de Maceió, considerado a principal porta de entrada de turistas para o estado, comprova a efetividade do trabalho de expansão da malha aérea e fomento ao turismo.

“Atingimos um número de passageiros que é cerca de 20 vezes maior do que o registrado no início da pandemia. Isso mostra que as ações do Governo de Alagoas de fomento ao turismo, como a concessão de incentivos às empresas aéreas onde reduzimos impostos em troca de mais voos, e o intenso trabalho de promoção e divulgação do Destino Alagoas, consolida o estado como o principal produto turístico da prateleira do mercado brasileiro. Garantir o sucesso do turismo é garantir a geração de emprego, renda e oportunidades em mais de cinquenta segmentos que compõem toda a cadeia produtiva da atividade”, pontuou Rafael Brito.

Retomada com segurança 

A retomada gradual do turismo em Alagoas conta com o selo Safe Travels da WTTC (World Travel & Tourism Council), entidade de turismo internacional que reconhece destinos ao redor do mundo que tenham implementado protocolos sanitários em padrão mundial. Já a nível nacional, o estado registra cerca de 1200 empreendimentos turísticos com o selo do Turismo Responsável do Ministério do Turismo. Ambas as certificações levam em consideração a prática de condutas que tragam segurança a turistas e moradores.




Botão Voltar ao topo