Diante da cúpula da CBF, Tite fala em honestidade e conduta

A notícia continua após a publicidade! 

Diante da cúpula da CBF, Tite fala em honestidade e conduta

Ao rechaçar algumas brincadeiras que circulam pelas redes sociais, na qual seu nome surge como virtual candidato a presidente da República, o técnico Tite ressaltou sua disposição de trabalhar com ética e responsabilidade como líder da Seleção. Durante entrevista na sede da CBF, nesta sexta, ele falou do tema por três vezes e foi enfático ao dizer que não abre mão da lisura em suas atividades pessoais e profissionais.

“Honestidade é importante em qualquer setor da vida e isso vale no mundo todo e em todas as situações”, disse, diante dos principais dirigentes da CBF, que estavam na primeira fileira do auditório da entidade.

A notícia continua após a publicidade! 

O técnico se referia naquele momento a uma atitude do zagueiro Rodrigo Caio, do São Paulo, que, recentemente, se destacou pelo fair-play ao ‘corrigir’ uma marcação da arbitragem que prejudicaria o Corinthians, no clássico entre as duas equipes pela semifinal do Campeonato Paulista. Ficou claro que o jogador foi convocado nesta sexta para os amistosos contra Argentina (dia 9) e Austrália (13) – ambos em Melbourne – em razão de suas atuações e graças também àquele gesto.

Antes, Tite pediu que cessassem as insinuações de que poderia tentar a Presidência da República.  “Isso é algo muito sério,  não tenho a mínima condição de brincar com isso.”

Indagado depois pela reportagem do Terra se acreditava que o comando do futebol brasileiro poderia passar por uma onda de moralização,  Tite também foi firme na resposta. “Eu luto e torço para que isso se dê em todos os níveis, cada um assumindo a responsabilidade por seus atos. Isso a partir mesmo da minha classe de treinador.”

19/05/2017