ZONA DA MATA! Governo do Estado inicia Programa de Regionalização de Cirurgias Eletivas

Procedimentos cirúrgicos irão prosseguir durante as próximas duas semanas na unidade hospitalar

Reduzir a fila de espera por cirurgias eletivas, ocasionada pelo cancelamento de procedimentos agendados antes da Pandemia da Covid-19. Com este propósito, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), iniciou, nesta segunda-feira (25), o Programa de Regionalização de Cirurgias Eletivas (Prece) no Hospital Regional da Mata (HRM), em União dos Palmares.

Por meio do programa serão realizados procedimentos cirúrgicos eletivos no Hospital Regional da Mata, que ocorrerão, neste primeiro momento, até o fim da primeira semana de fevereiro. A ação irá beneficiar usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) dos 11 municípios que integram a III Região de Saúde.

Além de União dos Palmares, serão contemplados moradores de Murici, Branquinha, Santana do Mundaú, Ibateguara, Colônia Leopoldina, Novo Lino, Jundiá, Campestre, Joaquim Gomes e São José da Laje. Os usuários que serão atendidos, foram triados, previamente, pelas Secretarias Municipais de Saúde dos municípios onde residem.

Conforme projeto elaborado pela Sesau, através da Superintendência de Atenção à Saúde (SUAS), serão disponibilizados 14 tipos de procedimentos, nas áreas de cirurgia geral, urológica, ginecológica e ortopédica. Além de hérnia abdominal, os usuários serão submetidos a procedimentos cirúrgicos para retirada de útero, de ovário e mioma uterino.

Também serão realizadas cirurgias de laqueadura, de retirada de líquido no testículo, da vesícula biliar, do baço e fimose. Os usuários serão contemplados com procedimentos cirúrgicos para remoção da próstata, vasectomia, hemorroidas, fistula perianal e cisto de bexiga.

Uma das novidades do Prece será a disponibilização de cirurgias para reconstituição mamária. Ação que será possível graças ao Programa Ame-se, criado pelo Governo de Alagoas em outubro passado para resgatar a autoestima de mulheres mastectomizadas em razão do câncer de mama.

“Diante da demanda reprimida por cirurgias na III Região de Saúde, resolvemos utilizar a estrutura do Hospital Regional da Mata para realizarmos os procedimentos. Com isso, nestas duas semanas, o Prece vai promover um mutirão de cirurgias eletivas, que irão beneficiar 100 usuários, acabando com o sofrimento e a espera por procedimentos corretivos”, ressaltou o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.

Pré-Operatório – De acordo com a diretora-geral do Hospital Regional da Mata, Marcelle Perdigão, o Prece vai seguir as recomendações do Conselho Federal de Medicina (CFM), que tratam das diretrizes para a realização de cirurgias seguras. “Para isso, todos os pacientes que serão submetidos aos procedimentos cirúrgicos passaram, previamente, por consultas pré-anestésicas e consultas pré-operatórias no início deste mês”, salientou Marcelle Perdigão.

Antes das cirurgias, os usuários triados pelos municípios da III Região de Saúde foram submetidos também a exames pré-operatórios, laboratoriais, de raios-x, tomografia sem contraste, eletrocardiogramas e ecocardiogramas. Também foram disponibilizadas, por meio de parceria firmada com a Secretaria de Saúde de União dos Palmares, Ultrassonografia Abdominal Total (USG) e citologias oncóticas para os pacientes que necessitaram deste procedimento.

Beneficiada – Primeira beneficiada do Prece, a dona de casa Rosineide Muniz, moradora do Sítio Serra da Barriga, em União dos Palmares, aguardava há três anos por uma cirurgia para retirada de pedra na vesícula. “Estava com fortes dores na barriga e, depois de fazer uma consulta e exames, o médico viu que eu estava com pedra na vesícula. O procedimento chegou até a ser marcado, mas, como os meus exames estavam fora da validade, ele foi desmarcado”, relatou com o semblante de alívio, minutos antes de entrar no centro cirúrgico do HRM.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!