VENDAS NO VAREJO: Alagoas registra queda de 19,4% em abril

Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada nesta terça-feira (16), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que o comércio varejista em Alagoas sofreu uma queda de 19,4% no volume de vendas em abril, na comparação com o mês anterior.

De acordo com a assessoria de Comunicação do IBGE, os números demonstram o pior resultado nos últimos 12 meses.

É a primeira vez que a pesquisa traz os resultados de um mês inteiro em que o país está no quadro de isolamento social, já que ele começou a ser adotado na segunda quinzena de março.

Em relação ao mesmo período do ano passado (abril de 2019), o comércio varejista caiu 25% em Alagoas.

Já o volume de vendas do comércio varejista ampliado, que integra também as atividades de veículos, motos, partes e peças e material de construção, caiu 19,6% nesse mês.

Varejo tem queda em todas as unidades da federação

No Brasil, as vendas no comércio varejista caíram 16,8% em abril, na comparação com o mês anterior. É o pior resultado desde o início da série histórica, em janeiro de 2000, e a segunda queda consecutiva, acumulando uma perda de 18,6% no período.

A taxa média nacional de vendas do comércio varejista caiu em todas as 27 unidades da federação, com destaque para Amapá (-33,7%), Rondônia (-21,8%) e Ceará (-20,2%). Para a mesma comparação, no comércio varejista ampliado, a variação negativa também se deu nas 27 Unidades da Federação, com destaque para Amapá (-31,6%), Espírito Santo (-23,4%) e São Paulo (-23,3%).

Em comparação com mesmo mês do ano passado, a queda das vendas do comércio varejista nacional também foi registrada em todas as unidades da federação, destacando-se Amapá (-42,8%), Rondônia (-40,8%) e Ceará (-33,8%). No comércio varejista ampliado, também em comparação com abril de 2019, todas mostraram resultados negativos, com destaque para Amapá (-41,4%), Ceará (-37,2%) e Rondônia (-35,9%).




Botão Voltar ao topo