Vazamento de dados pessoais de 220 milhões de brasileiros será debatido pela CCT

A Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) debate, nesta quinta-feira (2), o vazamento de dados pessoais de mais de 220 milhões de brasileiros. A audiência pública, pedida pelo senador Carlos Viana (PSD-MG), será às 11h.

De acordo com o requerimento do senador, é preciso ouvir especialistas para esclarecer o andamento das investigações, indicar causas prováveis da falha e sugerir medidas para prevenir eventos semelhantes. Em janeiro, a imprensa noticiou que houve o vazamento de dados de mais de 220 milhões de brasileiros. As informações incluíam uma base de CPFs em número superior ao da população brasileira. Foram 37 bases de dados que abarcavam nome, endereço, foto, score de crédito, renda, situação na Receita Federal e Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Parte dos dados, como nome e CPF, foi publicada na internet gratuitamente. Já o conjunto completo dos registros estava sendo vendido em fóruns da rede.

Foram convidados para o debate:
• Jeferson Dias Barbosa – gerente de projetos da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD)
• Carlos Bruno Ferreira da Silva – Procurador da República em Minas Gerais
• Patrícia Peck Pinheiro – presidente da Comissão Especial de Privacidade e Proteção de Dados da seccional de São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB-SP
• Marco DeMello – presidente da empresa de Segurança Digital PSafe

A audiência pública será realizada na sala 19 da ala Alexandre Costa e os convidados devem participar por videoconferência.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo