TURISMO RESPONSÁVEL MTUR: Cerca de 200 empreendimentos já contam com selo em Alagoas

As pesquisas de grandes players do mercado do turismo, como CVC e Hotel Urbano, indicam Alagoas como um dos destinos mais procurados pelos turistas no cenário pós-pandemia. Para melhor receber e fomentar a atividade turística, o Estado vem se preparando para este novo momento e já conta com cerca de 200 empreendimentos turísticos cadastrados no Selo do Turismo Responsável, concedido pelo governo Federal, por meio do Ministério do Turismo (Mtur).

Os segmentos que mais solicitaram a selo do Turismo Responsável do Mtur foram: Meios de Hospedagem (83), Agências de Turismo (48), Restaurantes, Bares e Similares (23), Transportadoras Turísticas (16) e Organizadores de Eventos (7). As cidades que mais tiveram empreendimentos qualificados foram Maceió, Maragogi, Piranhas, Marechal Deodoro e São Miguel dos Milagres.

Lançado há um mês, o selo tem como objetivo auxiliar na retomada célere do setor do turismo brasileiro, atendendo às exigências sanitárias e os pré-requisitos do novo perfil de turista que surgirá com a pandemia do novo coronavírus. Para auxiliar os empreendimentos na busca por esta qualificação sobre as medidas recomendadas para a reabertura, o Ministério do Turismo publicou os protocolos sanitários recomendados para 15 segmentos turísticos que fazem parte do Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur), além de um conjunto de orientações também para os turistas.

Entre os 27 Estados da Federação e o Distrito Federal, Alagoas é o 12° em número de empreendimentos já cadastrados. Para o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, essa conquista é essencial para a retomada da atividade turística no Estado. “O selo do Mtur é mais uma certificação que apresentaremos ao mercado do turismo no Brasil e no mundo, garantindo o compromisso do trade alagoano em trazer segurança a seus clientes. Tivemos certificações em empreendimentos de todas as nossas regiões turísticas, de Norte a Sul, do Litoral ao Sertão. Isso é essencial para o Destino e estas ações se juntam ao nosso trabalho de promoção e consolidação dos produtos turísticos alagoanos, reestruturação da malha aérea e promoção nacional e internacional para fazer com que Alagoas seja um dos destinos mais preparados para a retomada do turismo, voltando a gerar e emprego e renda no setor ainda este ano”, ressalta.

O SELO

Para solicitar o selo, o interessado deve acessar o site turismo.gov.br/seloresponsavel, ler as orientações previstas no protocolo destinado ao segmento em que atua e estar com situação regular no Cadastur. Caso não tenha o Cadastro, basta procurar a Sedetur através do telefone ou WhatsApp (82) 98833-4344 e regularizar a situação cadastral. Com isto regularizado, o interessado faz uma autodeclaração que atende aos pré-requisitos determinados e é encaminhado para uma área do site onde pode realizar o download do selo para impressão. Todos os protocolos a ser seguidos pelos empreendimentos estão disponíveis também no portal.

O selo, que é totalmente gratuito, deverá ser colado em local de fácil acesso ao cliente e conterá um QR Code pelo qual o turista poderá consultar as medidas adotadas por aquele empreendimento e/ou profissional. Além disso, possibilitará a realização de denúncias em caso de descumprimento, o que poderá resultar em revogação do selo.




Botão Voltar ao topo
Fechar