Temporada de caça aos políticos corruptos é aberta em Alagoas

Para poder colaborar com a moralização dos recursos públicos, grupo de entidades vão criar o Fórum de Prevenção e Controle Social, que atuará com vinte analistas e auditores comunitários, que farão analises nas contas dos municípios alagoanos.

O Fórum anticorrupção irá combater esquemas de desvios de dinheiro público, licitações fraudulentas, empresas fantasmas, notas fiscais frias.

O estado de Alagoas, apesar de pequeno, é um dos entes federados com maior índice de corrupção do Brasil, esquemas já denunciados com algumas condenações em andamento como o escândalo na Assembleia Legislativa de Alagoas, que será palco de novas investigações.

A maioria dos políticos alagoanos tem má reputação, histórico de violência, entre outras aberrações, por isso, será introduzida uma vigilância permanente, já que escritórios de advocacia, “supostamente”, estão envolvidos em picaretagem e também serão investigados e denunciados a polícia judiciária, temos que separar o joio do trigo.

Sem dúvida a sociedade alagoana encontrará um parceiro no Fórum, já que o número de casos denunciados, saltará para dezenas por mês. “A recuperação do dinheiro desviado, será nossa principal fonte de inspiração”, revelou um dos idealizadores do Fórum.

“Existem muitos laranjas no esquema de corrupção em Alagoas, eles terão muito dor de cabeça com a criação do Fórum de Prevenção e Controle Social”, disparou outro idealizador do grupo.

Com informações do Repórter Mirim

Prefeitura de Maceió adota técnica do calote oficial para o final do segundo mandato

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *