TEMPERO DE OURO: Prefeitura gasta mais de R$ 130 mil em cominho para crianças de Marechal

Prefeito pagou R$ 6,55 por pacotes do tempero, sendo que preço médio do produto é R$ 1,25

O prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Roberto Ayres da Costa, mais conhecido como Cacau (PSD), está sendo acusado de comprar 20 mil pacotes de cominho de 60 gramas para temperar merenda escolar. O valor pago em cada unidade foi R$ 6,55, sendo facilmente encontrado em mercados por R$ 1,25. Ou seja, Cacau gastou R$ 131 mil com tempero para crianças e adolescentes. Vereadores da oposição apresentaram denúncia se baseando na própria declaração de contas da Prefeitura de Marechal Deodoro. A principal suspeita é de superfaturamento.

Os contratos para aquisição de alimentos para escolas públicas apresentam, segundo os vereadores Del Cavalcante (MDB) e Marcelo Moringa (PSDC), apresentam fortes indícios de desvio de dinheiro por Cacau. A denúncia será encaminhada ao Ministério Público do Estado (MPE). Os dois vereadores questionam também os valores dos demais alimentos adquiridos e o persistente desabastecimento das escolas do município.