Sob Moro, PF tem a menor quantidade de operações em 5 anos

Levantamento feito pela PF (Polícia Federal), a pedido do jornal Folha de S. Paulo, aponta que o órgão teve no seu 1º semestre sob o comando do ministro Sérgio Moro (Justiça) o menor número de operações desde 2014.

De janeiro a junho, foram realizadas 204 ações ante 360 no semestre anterior. Mesmo com menos atividades nas ruas, a quantidade de investigações e bens apreendidos de 2018 para 2019 cresceu, segundo a reportagem.  A verba para as ações também cresceu em 9% neste ano.

Os resultados deste semestre só ficam à frente do mesmo período de 2014 (178 ações), quando a operação Lava Jato teve início.

A PF argumenta que a queda de 10% do efetivo policial na ativa desde 2016 pode ter afetado seu desempenho. O órgão aponta outros indicadores que estão em alta, como a quantidade de apreensões em casos relacionados ao crime organizado, facções criminosas e crimes violentos. Até junho, foram recolhidos R$ 548,1 milhões, contra R$ 451,5 milhões em todo 2018.

O órgão afirmou, ainda, que a quantidade de operações deflagradas não reflete, necessariamente, a quantidade de operações em andamento, pois cada ação leva 1 tempo distinto desde a deflagração até a sua etapa final.

A gestão atual é marcada por con Bolsonaro tentou algumas vezes interferir no comando do órgão.

30/09/2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *