SMS recebe doação de oxímetros do Movimento Todos pela Saúde

As ações de enfrentamento à Covid-19 nas unidades de Atenção Básica da capital alagoana acabam de ganhar um reforço a mais para otimizar o atendimento aos pacientes da Rede pública no município. Como parte das ações do Movimento Todos pela Saúde, lançado pelo Itaú Unibanco, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) recebeu a doação de 198 oxímetros, que serão distribuídos para as unidades de saúde.

“Ficamos gratos em receber a doação da Fundação Itaú, que demonstra o quanto as instituições privadas e a sociedade em geral estão cientes de seu papel no enfrentamento da pandemia e comprometidas com a responsabilidade nessas ações, que não cabem apenas ao poder público ou à área de saúde, mas a todos. E, nesse sentido, toda ajuda é bem-vinda”, afirmou a diretora de Atenção à Saúde da SMS, Nara Albuquerque.

De acordo com a diretora, os novos aparelhos – que avaliam a quantidade de oxigênio no sangue do paciente – irão reforçar o quantitativo já existente no Município, garantindo um suporte a mais no atendimento de casos, tanto de Covid-19 (indicando um dos principais sintomas, a falta de oxigênio no sangue, mesmo quando não há falta de ar, tratando o paciente precocemente) quanto nos demais procedimentos que exijam cuidados especiais, como sintomas iniciais suspeitos de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e problemas cardíacos.

Nara informou também que os oxímetros serão distribuídos de imediato para cada uma das 65 unidades de Atenção Básica do município e quatro unidades de referência para síndromes gripais. Também serão destinados aparelhos aos cinco Centros de Atenção Psicossocial (Caps) de Maceió e ao PAM Salgadinho.

Todos pela Saúde

Lançado em abril, o Todos pela Saúde foi criado para contribuir com o enfrentamento da Covid-19 e seus efeitos sobre a sociedade brasileira. A doação de oxímetros atende a uma reivindicação dos conselhos nacionais de secretários de Saúde (Conass) e de secretarias municipais de Saúde (Conasems), distribuindo os equipamentos para todos os municípios do País.

O Movimento está voltado para quatro eixos de atuação – Informar, Proteger, Cuidar e Retomar – e o foco de suas ações é o setor público, no SUS, onde se concentram as maiores necessidades de intervenções relacionadas às áreas mais atingidas pela pandemia.

Em três meses de atuação, a iniciativa já direcionou mais de 80% dos seus recursos para questões emergenciais da pandemia como a criação de gabinetes de crise em todos os estados, a doação de materiais e equipamentos de proteção individual para os profissionais de Saúde, campanhas de conscientização e a aquisição de equipamentos para hospitais da rede pública.




Botão Voltar ao topo
Fechar