Sindicato dos Radialistas cobra responsabilidade por crime cibernético contra prefeito Júlio Cezar


O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de Alagoas manifestou apoio ao prefeito de Palmeira dos Índios Júlio Cezar, que vem sofrendo ataques pessoais da oposição.

No último sábado (1), o prefeito foi vítima de crime cibernético. O autor do crime fez uma fotomontagem colocando uma foto da cabeça do prefeito em um corpo nu. O ato revoltou a população palmeirense, que se manifestaram a favor do prefeito nas redes sociais.

Várias entidades, como a Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) e agora o Sindicato dos Radialistas, também prestaram apoio ao radialista e prefeito Júlio Cezar.

Confira a nota íntegra:

O Sindicato dos trabalhadores em empresas de rádiodifusão e televisão no estado de Alagoas vem a público manifestar sua irrestrita solidariedade e apoio ao radialista, jornalista e prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio César, em face dos desrespeitosos ataques que tem recebido em redes sociais, sendo vítima das ações de inescrupulosos criminosos cibernéticos que, acreditando na impunidade através do anonimato, atentam contra a honra de pessoas, indubitavelmente, de reputação extremamente ilibada. Reiterando as palavras da AMA, conclamamos às autoridades competentes às providências cabíveis para que os culpados sejam responsabilizados pelos seus atos.

Com A Notícia.