Sesau fiscalizará funcionamento de bares, restaurantes e outros setores do comércio

A reabertura gradual de bares, restaurantes e outros setores do comércio será fiscalizada pelas equipes da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), em parceria com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) e Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Maceió. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, durante coletiva on-line no início da noite desta segunda-feira (20).

“Nós passaremos a fiscalizar, in loco, a partir de quarta-feira [22], os bares, restaurantes e lojas que estão em processo de reabertura por conta das fases do Distanciamento Social Controlado em Maceió. Em caso de descumprimento das determinações legais, dos protocolos sanitários para proteção da população, os bares e restaurantes serão fechados e seus proprietários serão autuados. Os requisitos determinados em Decreto do governo precisam ser cumpridos para que Alagoas siga neste caminho de responsabilidade, pois estamos tratando de uma pandemia causada por uma doença sem cura que é a Covid-19”, disse o secretário.

Ainda durante a coletiva, Alexandre Ayres tratou sobre a instabilidade da plataforma E-SUS Notifica, do Ministério da Saúde (MS), que vem ocasionando problemas para que os municípios atualizem os casos da Covid-19 junto à Sesau, que, por sua vez, elabora e encaminha o Boletim Epidemiológico ao Governo Federal.

“É importante explicar que a plataforma é um sistema nacional do Ministério da Saúde e o próprio Governo Federal orientou aos 27 estados que apresentem os boletins epidemiológicos com base nas atualizações por meio do E-SUS Notifica. Ou seja, todos os municípios alagoanos que testam a sua população precisam alimentar esta plataforma virtual. No entanto, desde a última quinta-feira [16], os estados estão com dificuldades para construir o boletim diário sobre os casos da Covid-19 no Estado. Por isso que o número de casos vem passando uma falsa sensação da diminuição da doença. Ou seja, assim que o problema da plataforma for resolvido pelo Ministério da Saúde, o número real de casos em Alagoas irá aparecer”, explica o secretário.

O secretário voltou a destacar o empenho dos profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente no combate à Covid-19. “Nós temos mais de 2.500 profissionais de saúde que contraíram a doença, já se recuperaram e voltaram aos seus postos de trabalho. É muito importante este destaque porque eles são os maiores vitoriosos nesta pandemia. Seguimos trabalhando, ouvindo a ciência e atuando neste enfrentamento”, assegurou Alexandre Ayres.




Botão Voltar ao topo