Servidores do Detran decidem pela paralisação dos serviços na capital e no interior nesta sexta (11)

Em assembleia realizada nesta quinta-feira (10), os servidores do Departamento de Trânsito de Alagoas (Detran/AL) decidiram paralisar as atividades na capital e no interior nesta sexta-feira (11).

“A categoria, que espera há 18 anos pela realização de concurso público, decidiu interromper as atividades por 24 horas”, informou o presidente do Sindicato dos Servidores do Detran (Sinsdal) Clayberson Ferraz Torres.

Segundo o sindicalista “o Detran realiza uma nova assembleia no próximo dia 24, para definir se entra em greve por tempo indeterminado”, comentou ele reforçando “não é isso que queríamos fazer e sabemos que nossa atitude prejudica a população, mas infelizmente estamos sendo ‘obrigados’ a parar os serviços”.

Clayberson lembrou que, quando entrou no Detran, no último concurso realizado em 2001, a frota de veículos do estado era de 200 mil automóveis, hoje esse número cresceu para cerca de 800 mil. “Esse aumento significa também o crescimento dos serviços que o Detran desenvolve, com o mesmo número de funcionários”, avaliou ele.

O presidente do sindicato reforçou que “existe uma carência de cerca de 160 servidores que se afastaram das atividades devido a problemas de saúde ou aposentadoria, e os que ainda seguem nas atividades, principalmente de ponta, não estão suportando a demanda, que é crescente”.

O presidente do Sinsdal disse ainda que aconteceram diversas reuniões com representantes da Secretaria de Estado de Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), porém não houve nenhum avanço na pauta de reivindicações dos trabalhadores.

Em nota, a assessoria de Comunicação da Seplag informou que “o Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag), tem procurado resolver todos os pleitos do Sindicato dos Servidores do Detran/AL, respeitando as possibilidades financeiras do Estado”.

Além de lamentar a decisão de paralisação da categoria e esclarecer que a Mesa de Negociação continua sendo o canal de diálogo com os servidores públicos estaduais, a Seplag reforça que o Governo está aberto para receber e conversar com todas as partes que trabalham pelo bom andamento da máquina pública, concluiu a secretaria.