Serra da Barriga recebeu cerca de 7500 turistas em apenas sete meses


Um ano e meio depois de ter recebido o título de patrimônio cultural do Mercosul, a Serra da Barriga, que abrigava o Quilombo dos Palmares, maior espaço de resistência de escravos e índios durante mais de um século no período colonial, comemora os bons resultados do índice de fluxo de turistas internacionais, que registrou visitantes de 16 diferentes países de novembro do ano passado a abril deste ano.

Argentinos, portugueses e italianos são responsáveis pela maior parcela deste fluxo de turistas.  Alemães, árabes, canadenses, colombianos, cubanos, estadunidenses, haitianos, uruguaios, russos, porto-riquenhos, dinamarqueses, franceses e espanhóis também já visitaram o Parque Memorial Quilombo dos Palmares.

Já entre o fluxo nacional, se destacam turistas de Alagoas e Pernambuco. O segmento mais forte na região é o turismo pedagógico, onde estudantes, pesquisadores e intelectuais dos mais variados níveis de graduação realizam visitas técnicas à região, que é uma das mais importantes para a história e cultura do país.

No total, entre turistas nacionais e internacionais, quase 7500 pessoas passaram pelo Parque Memorial Quilombo dos Palmares neste período. As informações são da Fundação Palmares, responsável pela manutenção do equipamento, localizado no espaço que antes abrigava o quilombo, em União dos Palmares, cidade da Zona da Mata alagoana. Os indicadores revelam também que o Parque recebeu visitantes de 368 municípios brasileiros, oriundos de 26 estados da federação, neste mesmo período.

Rafael Brito, secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, ressalta que estes resultados têm sido obtidos também pelo esforço do Governo de Alagoas na promoção e fortalecimento do Destino.

“A Serra da Barriga é um dos nossos principais diferenciais turísticos para o mundo e estamos empenhados em fortalecer a região, que está presente em todo nosso material de promoção, em nossas capacitações, workshops e feiras em que divulgamos Alagoas dentro e fora do país. Além disso, o Governo do Estado também tem feito investimentos em infraestrutura, com a pavimentação do acesso à Serra, por exemplo, que já está praticamente pronta. Todo esse esforço certamente vai impactar, ainda mais, no fluxo de turistas na região, gerando ainda mais oportunidades de renda e emprego para a população local”, frisou o secretário Rafael Brito.

Ascom – 09/07/2019