Seris e Adeal firmam convênio para oportunizar emprego a reeducandos

A Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social de Alagoas (Seris/AL) firmou mais um convênio que visa garantir emprego e renda a egressos do sistema prisional alagoano. Nesta quarta-feira (14), a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal) tornou-se o mais novo parceiro da Ressocialização no estado. O objetivo é ofertar oportunidades aos reeducandos que integram o projeto “Uma Nova História”, por meio do qual a Seris vem transformando a vida de centenas de pessoas.

Ao todo, quatro reeducandos vão trabalhar no prédio sede da Adeal, localizado no bairro Poço, em Maceió. Todos passaram por cursos de capacitação e vão atuar nas áreas de limpeza e manutenção, sendo supervisionados por equipe multidisciplinar composta por profissionais de diversas especialidades. Estes profissionais, inclusive, vão realizar um trabalho de sensibilização junto aos servidores da agência agropecuária com o intuito de facilitar o processo de acolhimento dos reeducandos ao novo ambiente de trabalho.

“Nossos psicólogos e assistentes sociais vão acompanhar a evolução do trabalho a ser desenvolvido pelos reeducandos, para que tudo transcorra dentro da normalidade. Hoje, já assistimos 642 egressos por meio dos convênios firmados com empresas públicas e privadas que acreditam no nosso projeto”, explicou a chefe do setor de Reintegração Social da Seris, tenente PM Jackeline Leandro, destacando a rigorosa seleção à qual são submetidos todos os reeducandos, considerando o perfil de cada pessoa selecionada.

O diretor-presidente da Adeal, o médico-veterinário Isaac Manoel Barros, por sua vez, falou sobre a importância da parceria. “Ainda estamos vivenciando uma pandemia, o que nos levou a afastar parte dos nossos servidores. Agora, precisamos nos preparar para a retomada gradativa das atividades presenciais, e os quatro conveniados que iremos receber irão nos ajudar bastante nesse sentido, proporcionando um ambiente de trabalho limpo e adequado às normas sanitárias vigentes, e é por isso que só temos a agradecer a todos da Seris”, disse Barros.

42º convênio

A assinatura deste convênio amplia o trabalho da Seris e beneficia mais reeducandos. “Foi uma surpresa saber que havia essa possibilidade de conveniar os reeducandos. Isso é importantíssimo e fundamental no processo de reinserção social, pois há possibilidade de fazer dessa oportunidade uma profissão”, continuou o diretor-presidente.

Posteriormente, a Adeal irá estudar a possibilidade de estender para algumas das 15 unidades da Adeal instaladas no interior do estado, as Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal, já que o projeto Uma Nova História também está presente em cidades como Penedo e Santana do Ipanema. “Possivelmente precisaremos suprir a necessidade do interior e a Seris é a melhor opção para isso”, finalizou Barros.

Também estiveram presentes à assinatura a sub-chefe de Reintegração Social, sargento PM Taís Salvador, e a advogada da Seris Andressa Lopes.




Botão Voltar ao topo