Senador Renan Calheiros volta a movimentar peças no jogo político

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) desde o início do governo de Jair Bolsonaro estava afastado das grandes articulações nacionais, mas agora ele voltou a movimentar peças decisivas na República.

Calheiros fez a negociação para colocar na mesma mesa os desafetos públicos Paulo Guedes, ministro da Economia, e Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, que sequer se falavam e trocavam ofensas pessoais pela imprensa. Na última segunda-feira (05), Maia e Guedes jantaram juntos.

Há algumas semanas Calheiros vem se aproximando cada vez mais de parlamentares ligados ao presidente Jair Bolsonaro, como o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros (PP-PR). Além dele, Calheiros tem conversado também com alguns ministros de Estado.

O senador Renan teve a ideia de tentar pacificar o imbróglio de Rodrigo Maia com Guedes. E dividiu esse desejo com a senadora Kátia Abreu (PP-TO), que topou compartilhar as articulações e fez até um jantar dias antes em sua casa para amarrar a pacificação desta semana.

Maia foi sondado e prontamente demonstrou que toparia o encontro. Porém o senador Renan não queria apenas um jantar para que lavassem roupas sujas. Ele resolveu dar peso institucional ao encontro e incluiu integrantes do Tribunal de Contas da União (TCU). Simbolicamente, quis demonstrar que tudo o que Executivo e Legislativo conversassem sobre financiamento do programa Renda Cidadã estaria sob a égide do TCU. Por isso o local do jantar escolhido foi o apartamento de Bruno Dantas, ministro do TCU.

Renan Calheiros sempre participa de momentos decisivos da política nacional. Senador da República desde 1995 até a atualidade, ele presidiu o Senado em três ocasiões: de 2005 a 2007, de 2013 a 2015 e de 2015 a 2017. Foi ministro da Justiça de Fernando Henrique Cardoso. Ajudou Dilma. Foi relator do projeto do programa Bolsa Família, foi autor da Lei dos Precatórios, promulgou a Emenda à Constituição do teto de gastos e se sente gabaritado para influenciar as discussões do Renda Cidadã. Renan também esteve envolvido em dezenas de polêmicas.




Botão Voltar ao topo