Seades oferece oportunidade de trabalho para jovens aprendizes

Promover a inclusão de jovens em vulnerabilidade social, por meio da qualificação profissional. É com esse intuito que a Secretaria de Estado da Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e o Serviço de Promoção e Bem-Estar Comunitário (SOPROBEM) discutiram, nesta segunda-feira (21), uma parceria com o Programa Aprendiz do Bem.

A parceria prevê que a Seades disponibilize vagas para que alunos atendidos pela organização não governamental, por meio de cursos de jovem aprendiz, possam desenvolver suas habilidades profissionais e colocar em prática aquilo que aprenderam na sala de aula.

Segundo a secretária Edenilsa Lima,  a parceria vai além da empregabilidade e visa à melhoria de vida dos jovens, que em sua maioria são beneficiários de programas sociais como Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

“Conquistar uma vaga no mercado de trabalho não é tarefa fácil, ainda mais se tratando de jovens sem experiência, em situação de vulnerabilidade e que nunca trabalharam. Nosso objetivo não é apenas empregá-los, mas sim  integrá-los na sociedade de forma significante e dar a oportunidade para que eles se tornem protagonistas de suas vidas”, explicou.

A Lei 10.097/00, regulamentada pelo Decreto 5.598/05, determina a contratação de jovens, na condição de aprendizes, com idade entre 14 e 24 anos incompletos, por estabelecimento de qualquer natureza a uma cota de 5% a 15% do seu quadro de funcionários.

Ascom – 22/01/2019

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *