Saúde amplia e qualifica transporte para pacientes renais

Pacientes-podem-ficar-sem-tratamento-377x290

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) está fazendo um novo investimento na qualidade dos serviços disponibilizados pelo município aos usuários do SUS. A partir deste mês, a SMS ampliará a oferta de veículos para o transporte de pacientes renais crônicos, possibilitando um acesso mais fácil ao tratamento de hemodiálise realizado nos hospitais.

“Temos trabalhado para assegurar eficiência à atenção básica, mas, nessa área específica, temos procurado atuar com a responsabilidade que cabe ao município, na perspectiva de agregar mais conforto e qualidade ao serviço, visando diminuir o sofrimento dos pacientes no enfrentamento dessa doença tão severa”, afirma o secretário municipal de Saúde, José Thomaz Nonô.

Com a iniciativa, a frota disponibilizada para o serviço passará dos atuais 07 carros – 04 kombis, 02 Vans Topic e 01 Jumper – para dez veículos – Vans Ducato – dotados de bancos confortáveis e ar condicionado, com capacidade para 16 pessoas, sendo 8 usuários e 8 acompanhantes responsáveis pelos pacientes. Com a substituição, a lista de espera pelo serviço, que hoje possui 62 pessoas, será reduzida significativamente.

“Atualmente, 239 pacientes fazem uso desse transporte para se deslocar às sessões de hemodiálise, que acontecem diariamente, de segunda a sábado, incluindo feriados, em três turnos diferentes. Com a disponibilização desses novos veículos, estaremos ampliando o atendimento dessas demandas e minimizando as dificuldades dos pacientes com este tipo de tratamento”, reforça a assistente social e coordenadora do Serviço de Hemodiálise, Marinalva Acioli Lima.

A coordenadora explica que para ter acesso ao transporte do município, o paciente precisa fazer a solicitação por meio de processo administrativo. O processo é aberto no setor de protocolo da SMS, onde é necessário preencher uma ficha cadastral, levar o atestado médico solicitando o transporte e identificando sua necessidade, comprovante de residência, Cartão SUS, RG e CPF.

Com o procedimento encaminhado, o serviço social da Coordenação de Hemodiálise realiza uma visita domiciliar para conhecer e constatar as necessidades do paciente, tornando-o apto para a inclusão no serviço, logo que surge uma nova oportunidade, em caso de falecimento ou ampliação de vagas, como ocorrerá agora, seguindo critérios como data de entrada do processo, condições de saúde do paciente e rotas dos veículos.

Dados – Em Maceió, dos 239 pacientes atendidos com o transporte disponibilizado pela SMS, 105 realizam o procedimento de hemodiálise no Hospital Vida; 67 pacientes são atendidos no Hospital Sanatório; 31 fazem seu tratamento no Hospital Ortopédico; 20 destes usuários na Santa Casa de Maceió; outros 10 pacientes realizam o tratamento no Hospital do Açúcar; e os 5 pacientes restantes, são atendidos pelo Hospital Universitário.

A Coordenação complementa ainda que o perfil desse atendimento seja bem variado. O maior índice de pacientes atendidos pelo serviço apresenta idade entre 20 e 60 anos, todos portadores de hipertensão e diabetes. O sexo masculino é predominante e boa parte já apresenta consequências graves como cegueira e amputações. Cerca de 90% se encontra abaixo da linha de pobreza e são moradores de áreas de periferia da cidade, especialmente de regiões como o Benedito Bentes e o Tabuleiro em geral.

ASCOM/SMS