Ronda no Bairro e Polícia Civil alinham encaminhamento de ações


O coordenador-geral do Programa Ronda no Bairro, coronel RR Maxwell Santos, visitou, na manhã desta sexta-feira (12), na Delegacia Geral da Polícia Civil, em Jacarecica, a delegada e diretora da Gerência de Polícia Judiciária Área I (GPJI), da Polícia Civil de Alagoas (PC), Ana Luiza Nogueira.

Em pauta, os encaminhamentos e procedimentos legais necessários para que as possíveis ocorrências oriundas do perímetro de atuação do Ronda sejam efetuadas. A delegada informou que cabe ao 9° Distrito Policial (9º DP) atender a essa demanda – tendo em vista que é responsável pela região do Jacintinho – de segunda a sexta, das 8h às 18h. Nos finais de semana, os casos devem ser encaminhados para o Complexo de Delegacias Especializadas (CODE), na Mangabeiras.

O encontro também serviu para discutir a possibilidade da base da Operação Policial Litorânea (Oplit), situada na orla da praia de Jatiúca, abarcar junto com o 9° DP o registro dessas possíveis ocorrências, após às 18h e também durante os finais de semana.

Na próxima terça-feira (16), às 9h, no Palácio República dos Palmares, uma equipe da Delegacia de Repressão ao Narcotráfico (DRN) e da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) se reúnem com a coordenação do Ronda no Bairro para definir um cronograma de palestras educativas em escolas e operações em conjunto no território de execução do Programa.

“As patrulhas do Ronda não podem se ausentar do território ocupado, por isso é tão importante esse alinhamento de ações com a Polícia Civil. A agilidade no registro dessas possíveis ocorrências é extremamente importante para a atuação do Ronda”, disse o coronel RR Maxwell Santos.

O programa

O Ronda no Bairro não registrou nenhuma ocorrência grave nessa primeira semana de execução na área comercial do Jacintinho, na Av. Cleto Campelo, no trecho compreendido entre a TV Ponta Verde até a Madeireira Malta. 60 policiais realizam o patrulhamento de proximidade a pé, de moto e de bicicleta, em dois turnos de serviço: das 6h30 às 14h30 e das 14h30 às 22h30, de segunda a sábado; e aos domingos de 6h30 às 14h30.

Além disso, rende atenção à mediação de conflitos urbanos e ao enfrentamento ao Crime Violento Contra o Patrimônio (CVP) – caracterizado pelo furto, roubo e depredação de prédios e espaços públicos. Essas ações acontecem de forma integrada com o Centro Integrado Operacional de Segurança Pública (Ciosp), com o videomonitoramento de Maceió, o Disque Denúncia (181) e o Serviço de Inteligência do Sistema de Segurança Pública.

É um programa de Governo, sob a alçada das Secretarias de Estado de Prevenção à Violência (Seprev); da Segurança Pública (SSP); da Assistência Social (Seades) e da Ressocialização e Inclusão Social (Seris).

Ascom – 12/01/2018