Renan decide entregar cargo de líder do PMDB do Senado

O senador Renan Calheiros(PMDB-AL)  disse a senadores da bancada do PMDB que quer entregar, hoje, o posto de líder do PMDB do Senado.

A informação foi confirmada ao blog por assessores do senador e auxiliares do presidente Michel Temer.

Renan, no entanto, ainda deve fazer um pronunciamento às 16h no plenário comunicando a decisão.

Ele já comunicou a sua intenção a alguns senadores do PMDB. Renan se antecipou a uma articulação de Romero Jucá e do presidente Michel Temer para destitui-lo.

Há meses o presidente Michel Temer conseguiu armar um esquema para tirar Renan da liderança do partido. E agora, com a ausência dele e as criticas no plenário com bate boca com Romero Jucá ficou sem condições. E a pressão era demais, antes que fosse surpreendido sendo derrubado da liderança, o senador alagoano decidiu renunciar a liderança.

Desde do governo Lula, os senadores Renan e Jucá sempre foram grande aliados, no entanto, a briga começou quando Temer assumiu o governo. Renan não tinha gostado nada do Temer prestigiar o deputado federal Mauricio Quintella(PR) o mais importante Ministério dos Transportes, também irritou-se com o apoio que Temer teria dado total apoio ao senador Benedito de Lira(PP) – seu principal adversário nas duas vagas de Senador.

Temer por debaixo dos bastidores tem dado força com liberação de recursos ao deputado federal Marx Beltrão, Ministro do Turismo e também, querendo disputar uma vaga de senador. 0 federal  Arthur Lira tem batido no senador na disputa da comissão mista entre senadores e deputados.

Agora Renan assumi de vez a Oposição. Essa é a segunda renuncia que Calheiros sofre no Senado. A primeira foi para evitar a cassação e renunciou a presidência do Senado.

28/06/2017

Bernardino Souto Maior

Bernardino Souto Maior iniciou no jornalismo aos 17 anos, em 1968, na rádio Educadora Palmares fazendo esporte. Passou pelos jornais: Correio de Maceió, Semanário Desafio, Jornal de Alagoas e Tribuna de Alagoas (extintos) e Jornal Gazeta de Alagoas.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *