RENAN CALHEIROS: demissão de Deltan Dallagnol era inevitável e que ele “fará companhia a Moro no grupo dos insignificantes”

O senador ainda disse que as transgressões de Dallagnol na Lava Jato são constrangedoras, pois ele “foi parcial, perseguiu, usou o MP para fazer política”

O senador Renan Calheiros (MDB) afirmou que “o banimento de Deltan Dallagnol da Lava Jato era inevitável”, em publicação no Twitter, nesta terça-feira, 1º.

Segundo o parlamentar “as transgressões [cometidas pelo procurador da Lava Jato] são constrangedoras: foi parcial, perseguiu, usou o MP [Ministério Público] para fazer política”.

Ele ainda disse que a saída da operação em Curitiba foi “pelo fundos”, como “tentativa inútil de reduzir o vexame”. E completou: “fará companhia a Sergio Moro no grupo dos insignificantes”.




Botão Voltar ao topo