Regina Casé abre o coração ao falar da surdez da filha Benedita: ‘Criou uma união’

Benedita Casé perdeu a audição por conta de medicamentos. Aos 4 anos, passou a usar aparelhos para a surdez. Assunto mantido no âmbito familiar e encarado de forma muito natural por ela e sua mãe benedita Casé. Mas até chegar a isso, momentos de angústia fizeram parte da vida da atriz.

“A gente foi fazer uma audiometria em Copacabana e o médico chegou e disse: ‘Por que você trouxe ela aqui?’, eu disse: ‘Porque ela tá com dificuldade na fala’. Aí ele falou: ‘Ela fala muito bem. Eu não sei como ela fala, já que não ouve nada’. Foi assim que esse homem falou. Foi uma loucura”, relata Casé num vídeo do canal “Surdos que ouvem”, no YouTube, informa o Extra.

O vídeo traz o depoimento de Benedita e sua adaptação ao mundo sendo surda. “Eu coloquei o aparelho com 4 anos de idade. Nos dois ouvidos. Vários médicos falaram que eu não poderia estudar em escolas normais. Diziam que eu não iria desenvolver a fala, que eu não iria conseguir me comunicar… Que eu só iria me comunicar através da linguagem dos sinais. Só que minha mãe foi muito forte e falou que queria me colocar num colégio normal”, conta Benedita, aos 30 anos, diretora de audiovisual.

Benedita conta que não consegue ouvir os sons agudos e isso a deixou bastante preocupada quando ficou grávida do filho Brás. Mas os dois foram se adaptando, já que Benedita consegue ouvir os graves e diz que o som que mais aprecia é o do mar. Emocionada, Regina conta como a surdez fez mãe e filha ficarem ainda mais unidas. “O som mais bonito pra mim é ‘mamãe’”, chora: “Quando fiquei grávida e vi que era uma menina fiquei muito assustada. Porque eu achava que não saberia criar uma menina e ainda mais uma menina surda. Eu acho que o que a gente passou na hora do nascimento, e a descoberta de que a gente ia passar o resto da vida tendo que enfrentar o mundo com essa dificuldade, isso criou uma união, uma simbiose entre a gente, a gente cresceu juntas, mesmo, agarradas”.

20/08/2019

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *