REACISMO! Delegado indicia engenheiro civil por crime de injúria racial em Maceió

O delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito da Capital, concluiu e envia nesta sexta-feira (18) à Justiça o inquérito policial que apurou crime de injúria racial, praticado por um engenheiro civil, no interior de um shopping center, localizado no bairro de Cruz das Almas, em Maceió.

O crime aconteceu por volta do meio-dia, do dia 3 deste mês, e a denúncia foi apresentada na delegacia, no dia seguinte.

A vítima, uma promotora de vendas, de 26 anos, estava no shopping, quando o engenheiro civil, de 69 anos, sem qualquer motivo apontou para ela e teria dito: “Tá vendo esta garota aí. Ele pensa que a cor e os cabelos delas são bonitos, mas eu, particularmente, acho que são horríveis”.

A jovem, de cor negra, tentou replicar as afirmações, mas ele insistiu: “Essa é minha opinião. Acho horríveis”.

A promotora de vendas, segundo foi apurado, começou a chorar e resolveu denunciar o caso à polícia.

Além de existirem imagens com o acusado gesticulando e falando com a vítima, o fato foi presenciado por duas amigas dela, que figuram como testemunhas.

O delegado explica que como a prática do crime prevê pena que varia de 1 a 3 anos de reclusão, um inquérito foi instaurado e, agora, o engenheiro civil está sendo indiciado.




Botão Voltar ao topo