Protesto contra pacote de reajuste acaba em confusão

Protesto contra pacote de reajuste acaba em confusão

Servidores municipais de Curitiba invadiram a Câmara Municipal por volta das 10h15 desta terça-feira (20). Pelo menos, cinco manifestantes precisaram de atendimento médico, conforme a repórter da RPC Andressa Almeida. Até o momento, os bombeiros confirmam um ferido.

“Caí ali na escada, os caras me deram uma porretada na cabeça”, disse o servidor João Carlos Filla, segundo o G1.

Estava prevista, para a sessão desta terça, a votação de quatro projetos de lei que tramitam em regime de urgência e que fazem parte do pacote de ajuste fiscais proposto pela prefeitura.

O pacote fiscal, conhecido como “pacotaço”, é formado por 12 propostas e é alvo de polêmica, uma vez que as mudanças, se aprovadas, devem afetar mais de 30 mil servidores que ainda trabalham e outros 16 mil aposentados e pensionistas.

O vidro da porta de entrada da Câmara foi quebrado durante a invasão, segundo a assessoria de imprensa da Casa.

A sessão estava marcada para começar às 9h e foi suspensa às 9h35 para que os vereadores decidissem como seria feita a votação.

Até a última atualização desta reportagem, a Câmara Municipal não havia se manifestado sobre o ocorrido. O presidente da Casa, o vereador Serginho do Posto (PSDB), deve se pronunciar em breve, de acordo com a assessoria de imprensa.

Desde as primeiras horas do dia, centenas de servidores protestavam em frente ao local. A Polícia Militar (PM) inclusive reforçou a segurança no entorno do prédio.

20/06/2017