Procon Alagoas retoma atendimento presencial e audiências de conciliação com medidas de controle sanitário

Instituto volta a funcionar presencialmente dia 03, terça-feira, respeitando as determinações de controle e distanciamento

Após sete meses com atendimento presencial suspenso por conta da pandemia, o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor de Alagoas (Procon/AL) volta a receber os consumidores, na próxima terça-feira (3). O retorno na sede no Centro de Maceió, na Rua do Livramento, irá seguir todas as determinações e protocolos sanitários estabelecidos pelo Governo de Alagoas.

Respeitando as recomendações de controle de distanciamento, os atendimentos e as audiências voltam ao horário normal, de segunda a sexta das 08h às 16h. Para não promover aglomerações, serão fornecidas 55 fichas por dia para abertura de reclamação.

Passa a ser obrigatório o uso de máscaras por consumidores, procuradores das empresas e funcionários. A entrada será permitida após a verificação da temperatura na porta do instituto e apresentação da documentação necessária, tanto do reclamante como dos procuradores das empresas.

Além de receber as reclamações dos consumidores, retornam também às audiências de conciliação que foram remarcadas durante esse período e o cartório. Toda a equipe do instituto adotou inicialmente o formato home office com a pandemia, retornando o trabalho interno aos poucos para adaptação dos colaboradores em todos os setores.

O diretor-presidente Daniel Sampaio se mostra entusiasmado com a volta presencial e reforça que os atendimentos virtuais continuam principalmente para as pessoas que fazem parte do grupo de risco.

“Essa retomada do instituto só acontece com apoio e confiança da população. Passamos um tempo com portas fechadas, mas sempre solícitos e abertos nas redes sociais e e-mail para sanar as dúvidas e direcionar soluções para todas as reclamações”, destaca.

Entre os colaboradores e conciliadores do instituto os equipamentos de proteção como máscaras, luvas para o manuseio dos processos, protetor facial e borrifadores também são obrigatórios.

Em casos de dúvidas ou reclamações os consumidores podem entrar em contato por meio de ligações gratuitas para o número 151 e por mensagens no WhatsApp: 9 8876-8297 e no site procon.al.gov.br.




Botão Voltar ao topo