Primeiras 120 mil doses da vacina CoronaVac chegam a São Paulo

As primeiras 120 mil doses da vacina CoronaVac chegaram à grande São Paulo. As primeiras doses da vacina contra o novo coronavírus ainda precisam ser aprovadas pela Anvisa, mas já estão em solo brasileiro para serem parte da primeira parte da campanha de imunização.

Em tweet, o Governo de São Paulo gravou e mostrou a chegada das tão aguardadas vacinas para a covid-19 no Aeroporto Internacional de Guarulhos. “Pode espalhar a novidade, porque elas já estão entre nós!”, comenta na publicação. Nas imagens, profissionais retiram um grande contêiner que continham as doses da vacina.

Segundo o porta-voz da administração do município, as vacinas já estão prontas para serem aplicadas, mas aguardam autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o início das aplicações.

O imunizante é composto por fragmentos do coronavírus inativados, apresentado em doses diluídas e não prejudiciais à saúde humana. Para imunização completa, o usuário deve receber duas doses da vacina, portanto, as 120 mil unidades atenderão 60 mil pessoas.

A CoronaVac é uma das quatro mais fortes candidatas vacinas contra o novo Coronavírus que já estão no Brasil em forma de testes voluntários. Atualmente, o governo de São Paulo firmou acordo para a compra de 46 milhões de doses da vacina e para a transferência de tecnologia para o Instituto Butantan, responsável por parte dos estudos que geraram a vacina.

Mais doses ainda por vir

Até o fim do ano, o município espera receber 6 milhões de doses da vacina. Todas elas, incluindo as que chegaram, serão armazenadas em um local não divulgado pelo governo paulista por questões de segurança.

Dimas Covas, diretor-geral do Instituto Butantan, celebrou a chegada da vacina da Sinovac no país e afirma que os testes clínicos da vacina estão avançados. Ele espera que os resultados da última fase de estudos sobre a vacina sejam enviados para a Anvisa ainda este ano.




Botão Voltar ao topo