PRF prendeu três pessoas por crimes diversos nas BRs de Alagoas

Três pessoas foram presas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante fiscalizações realizadas nesta quinta e sexta-feira. Entre os crimes estão, receptação, adulteração de veículo e porte ilegal de arma de fogo. Os flagrantes ocorreram nas BRs 316 e 101.

O primeiro caso se deu no início da tarde de quinta-feira (08), às 12h10, no km 152 da BR-316, em Palmeira dos Índios, quando uma equipe fiscalizava o trecho e deu ordem de para a um veículo Renault/Kwid, de cor branca.

Em consulta aos sistemas, foi constatado que o carro apresentava queixa de roubo/furto, momento em que os policiais decidiram realizar uma vistoria no seu interior, sendo encontrado R$55.000,00 em espécie e um cheque de R$25.000,00 em nome de terceiros.

Questionado sobre a origem do dinheiro, o motorista relatou que seria para compra de um veículo em Palmeira dos Índios.

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Palmeira dos Índios, para procedimentos cabíveis. Ele vai responder pelo crime de receptação (art. 180 do CP).

A segunda ocorrência aconteceu no fim da noite de quinta-feira, às 23h, no km 77 da BR 101, em Rio Largo, quando os PRF’s abordaram um veículo Chevrolet/Spin, de cor preta.

Desconfiados sobre a procedência do automóvel, os policiais decidiram realizar uma fiscalização mais detalhada, sendo constatado que havia indícios de adulteração no motor.

O homem alegou não saber da irregularidade e que adquiriu o motor em um ferro-velho. Ante evidências, o condutor e o veículo foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Maceió. Ele vai responder pelo crime de adulteração de sinal identificador de veículo automotor (art. 311 do CP).

A última ocorrência, aconteceu na madrugada desta sexta-feira, por volta das 01h30, quando uma equipe fiscalizava o km 152 da BR 316, em Palmeira dos índios, e abordou um veículo Ford/EcoSport, de cor branca, com três ocupantes.

Após a verificação da documentação do veículo e pessoal, os policiais iniciaram uma verificação no carro, sendo encontrados embaixo dos bancos: uma espingarda, calibre 32, da marca E. R. Amantino e um cinto contendo 34 munições calibre 32, sendo 21 recarregadas e 13 deflagradas. Além disso, foram localizadas duas espingardas de pressão de porte permitido e dois potes com pólvora e balins.

Questionados sobre a procedência da arma de fogo, um dos passageiros assumiu a propriedade e alegou que não tinha documento de registro nem autorização de porte.

Informou também que utilizava a arma para caçar e ele estava indo para um sítio em Arapiraca com essa finalidade.

Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Palmeira dos Índios. Ele vai responder pelo crime de porte ilegal de arma de fogo (art. 14 da lei n° 10.826/2003).




Botão Voltar ao topo